Direção Regional do Desporto associa-se ao Dia sem Elevadores para combater sedentarismo

O objetivo da iniciativa passa pela adoção de um estilo de vida mais saudável.

A Direção Regional do Desporto associou-se à iniciativa do Dia Sem Elevadores, com o intuito de combater o sedentarismo.

“Os níveis de inatividade física e os comportamentos sedentários continuam a aumentar em todo o mundo, daí a importância de promovermos a prática regular de atividade física diária, de forma simples, fácil e acessível. Este ano, a Direção Regional do Desporto (DRD), no âmbito da promoção do desporto laboral,  juntou-se a este movimento, exortando os seus trabalhadores e demais população à adoção de um estilo de vida mais saudável, sendo mais ativo nas nossas rotinas diárias, particularmente no seu local de trabalho”, refere a Direção Regional.

Nesse sentido a DRD lançou o desafio a todos os seus trabalhadores no sentido de contabilizarem os lances de escadas percorridos, no seu dia-a-dia pessoal e profissional.

Os lances (12 a 15 degraus) percorridos serão calculados entre 1 de abril e 31 de maio.

O número de lances percorridos pode ser submetido em https://no-elevators-day.nowwemove.com/mi/

Pode também participar através das redes sociais, publicando fotos ou vídeos, do uso das escadas, e utilizar as hashtags de campanha #TodosOsPassosContam, #FindYourMove #BeActive #UtilizeAsEscadas #UseTheStairs #DiaSemElevadores #NoElevatorsDay #DiaSemElevadoresMadeira #NoElevatorsDayMadeira

Recomendadas

Madeira: Festival na Ponta do Sol recebe Tiago Bettencourt este sábado

Com atuação marcada para as 23h00 este sábado, dia 28 de maio, o cantor e compositor português e vocalista da antiga banda Toranja, Tiago Bettencourt, tem como temas mais conhecidos a rendição de ‘Canção do Engate, original de António Variações, e ‘Morena’. O seu mais recente álbum, ‘Rumo ao Eclipse’, foi lançado em 2020.

OE2022: Deputados do PSD-Madeira contrariam partido e abstêm-se de voto

Os deputados do PSD/Madeira justificaram hoje a sua abstenção na votação do Orçamento de Estado de 2022, aprovado hoje pela maioria parlamentar, por esperarem “boas concretizações” dos assuntos pendentes com a República e um melhor relacionamento institucional.

Governo dos Açores rejeita novas medidas para controlar pandemia de covid-19

 “Perante a inexistência de óbitos, perante a redução de casos em termos de internamentos em cuidados intensivos, não se afigura necessário tomar outras medidas. Se for necessário, tomaremos. Nesta fase, não”, afirmou.
Comentários