Disney lança serviço de subscrição com publicidade a mais de 100 marcas

Os assinantes da Disney+ nos Estados Unidos têm, a partir desta quinta-feira, uma opção de televisão com anúncios entre os filmes e as séries.

15 – Disney

Já está online o pacote com anúncios publicitários do serviço de televisão por streaming da Walt Disney. Os Estados Unidos tornaram-se esta quinta-feira o primeiro mercado do mundo a ter a opção mais barata do Disney+, com publicidades de mais de 100 marcas de vários sectores de atividade, do turismo às telecomunicações.

Os novos planos de assinatura com anúncios abrangem igualmente o Disney Bundle e Hulu. Na prática, quem subscreve a Disney+ tem a opção de mudar para o plano Básico (“Basic”) por 7,99 dólares/mês e os que optarem por continuar como assinantes da gama alta (“Premium”) por 10,99 dólares/mês ou 109,99 dólares/ano não precisam de fazer atualizações.

“O lançamento de hoje marca um momento marcante para o Disney+ e põe a escolha do consumidor em primeiro plano. Com estas novas ofertas com anúncios, podemos oferecer maior flexibilidade” aos consumidores, destacou, em comunicado, Michael Paull, presidente da área “Direct to Consumer” da Walt Disney Company, uma área que teve prejuízos de 1,5 mil milhões de dólares no último trimestre.

“Hoje damos as boas-vindas ao Disney+ com anúncios para o maior, mais diversificado e impactante portefólio da indústria. Estamos empenhados em conectar os nossos clientes à melhor narrativa do mundo, ao mesmo tempo que oferecemos inovação e experiências que priorizam o espectador em streaming”, completou Rita Ferro, presidente da Disney Publicidade, na mesma nota divulgada online.

O plano Disney+ Basic, dos anúncios publicitários, foi para o ar com empresas como a Meta, dona do Facebook, o grupo hoteleiro Marriot, a Honda, a farmacêutica Sanofi, a retalhista Walmart, a empresa de logística UPS ou a de moda LVMH. Para tal, há ainda acordos com as agências de marketing Dentsu, Havas, Horizon, IPG, Omnicom Group, Publicis, RPA, Stagwell e WPP.

No terceiro trimestre, a plataforma Disney+ conseguiu mais 164,2 milhões de assinantes, acima das previsões dos analistas de Wall Street. O aumento de subscrições foi um sinal positivo para um mercado, que treme com eventuais cancelamentos, mas o CEO da Disney quer o negócio do streaming a dar lucro.

Em Portugal, a Vodafone anunciou recentemente que a Disney faz agora parte da box da operadora de telecomunicações. Aliás, os novos clientes da Vodafone têm a possibilidade de assistir, gratuitamente, aos títulos da Disney, Pixar, Marvel, Star Wars, National Geographic e Star.

Recomendadas

Ford desce preços do modelo Mustang Mach-E

A fabricante norte-americana junta-se à Tesla na redução de preços de modelos de automóveis elétricos.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta segunda-feira.

Disparo nos preços do petróleo duplica lucros do mercado global de matérias-primas

Entre 2018 e 2021, os lucros do mercado global de commodities passaram de 27 para 54 mil milhões de dólares e a volatilidade acrescida nos mercados de petróleo e gás após a invasão russa da Ucrânia devem ter agravado esta tendência, projeta a McKinsey.
Comentários