Dívida direta do Estado diminui 0,5% em novembro para 262,7 milhões de euros

os saldos de Certificados de Aforro (CA) e de Certificados do Tesouro (CT) registaram incrementos de dez milhões de euros e de 97 milhões de euros, respetivamente, segundo o IGCP.

A dívida direta do Estado diminuiu 0,5% em novembro face a outubro, para 262.676 milhões de euros, de acordo com números divulgados esta quarta-feira pelo IGCP – Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública.

“Em 30 de novembro de 2020, o saldo da dívida direta do Estado cifrou-se em EUR 262.676 milhões [de euros], diminuindo 0,5% face a outubro de 2020. Esta variação ficou a dever-se, essencialmente, à redução do saldo de BT [Bilhetes do Tesouro], explicado pela amortização do BT 20 Nov 2020 (no montante de EUR 1.205 milhões)”, pode ler-se no Boletim Mensal do IGCP,

De acordo com o mesmo documento, os saldos de Certificados de Aforro (CA) e de Certificados do Tesouro (CT) registaram incrementos de dez milhões de euros e de 97 milhões de euros, respetivamente.

Já o saldo de Certificados Especiais de Dívida de Curto Prazo (CEDIC) “diminuiu EUR 12 milhões [doze milhões de euros] e as contrapartidas das contas margem recebidas no âmbito de derivados financeiros registaram um aumento de EUR 5 milhões [cinco milhões de euros]”.

“Adicionalmente, o stock de dívida diminuiu em EUR 93 milhões [93 milhões de euros] pelo efeito decorrente das flutuações cambiais da generalidade dos instrumentos de dívida denominados em moeda não euro avaliados ao câmbio do último dia de novembro”, de acordo com a entidade dirigida por Cristina Casalinho.

O instituto refere ainda que “incorporando o efeito cambial favorável da cobertura de derivados, correspondente ao valor nocional dos swaps de cobertura de capital, que ascendeu a EUR 381 milhões [381 milhões de euros] em novembro, o valor total da dívida após cobertura cambial situou-se em EUR 262.296 milhões [262.296 milhões de euros], um decréscimo de 0,4% face ao mês precedente”.

Recomendadas

Cheque-família começa a ser pago a partir de 20 de outubro, anuncia Marques Mendes

No seu espaço habitual de comentário ao domingo no Jornal da Noite da Sic, Marques Mendes assegurou que este apoio, anunciado pelo Governo a 5 de setembro, vai começar a chegar às contas bancárias das famílias a partir do dia 20 do próximo mês.

Comissão Europeia diz que Portugal é “moderadamente inovador”

O país encontra-se no grupo dos países moderadamente inovadores, passando da 19ª para a 17ª posição entre os 27 Estados-Membros, segundo os dados da Comissão Europeia tornados públicos pela ANI (Agência Nacional de Inovação).

Emirados Árabes Unidos vão fornecer à Alemanha gás liquefeito e gasóleo em 2022 e 2023

Segundo a agência noticiosa oficial dos Emirados, Wam, o acordo prevê a exportação de uma carga de gás natural liquefeito (GNL) para a Alemanha no final de 2022, seguida do fornecimento de quantidades adicionais em 2023.
Comentários