Do Lima ao Mondego: há cinco rios em risco de transbordar

O rio Lima pode vir a alagar Ponte da Barca e Ponte de Lima, o rio Tâmega poderá alagar a região de Amarante, o rio Águeda, pode alagar a cidade de Águeda, o rio Douro pode atingir as zonas da Régua e Foz do Douro e o rio Mondego poderá também afetar a região envolvente.

A subida do caudal de cinco rios está a gerar preocupação na Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), pelo facto de poder provocar cheias em várias localidades, avança a rádio “TSF” esta quinta-feira, 19 de dezembro.

O rio Lima pode vir a alagar Ponte da Barca e Ponte de Lima, o rio Tâmega poderá alagar a região de Amarante, o rio Águeda, pode alagar a cidade de Águeda, o rio Douro pode atingir as zonas da Régua e Foz do Douro e o rio Mondego poderá também afetar a região envolvente.

Poderá mesmo ser necessária a evacuação de várias localidades, caso se confirme o cenário de inundação eminente, indica o responsável da APNEC, Pedro Nunes, à “TSF”.

O estado do tempo vai agravar-se ao longo do dia de norte para sul. A precipitação e ventos fortes vão atingir a zona centro ao final da tarde, o Alentejo ao inicio da noite e o Algarve de madrugada, sem perder a força.

Recomendadas

Músicos afegãos refugiados apresentam-se hoje ao vivo no festival Iminente em Lisboa

 Na génese deste projeto está a cooperativa cultural Largo Residências, de Lisboa, distinguida no ano passado com o prémio da Acesso Cultura na categoria de Acessibilidade Social.

Portugal está na frente na diretiva sobre plásticos de uso único

“Portugal está no pelotão da frente porque já transpôs grande parte” da diretiva e propôs até medidas bastante ambiciosas, por exemplo, em termos de redução de copos de bebidas e embalagens de plástico para ´take away´ (redução de 80% até final de 2026 e de 90% até 2030, tendo por referência os valores de 2022), diz o comunicado da Zero.
Comentários