Do rumor da OPA à suspensão da negociação. Como foi o dia louco da Telepizza em Espanha

Com esta operação, o fundo KKR, que detém 26,3% da Telepizza, que corresponde a 126,4 milhões de euros, pretende retirá-la de bolsa.

O acionista maioritário da Telepizza, o fundo norte-americano KKR, quer lançar uma oferta pública de aquisição (OPA) à produtora de pizas, noticia o jornal espanhol “Expansión”. Com esta operação, o fundo KKR, que detém 26,3% da Telepizza, que corresponde a 126,4 milhões de euros, pretende retirá-la de bolsa. Com a OPA, que é uma operação através da qual um investidor pretende adquirir uma participação ou a totalidade das acções de uma empresa cotada em Bolsa, o fundo KKR poderá executar os seus planos.

No site oficial, o fundo KKR descreve-se como um fundo de investimento global em ativos alternativos que, em parceria com hedge funds, gere ativos em private equity, energia, infraestrutura, imobiliário e concessão de crédito. No conjunto, os ativos geridos pelo fundo KKR ascendem aos 200 mil milhões de dólares.

Em Espanha, a Comissão Nacional do Mercado de Valores, o equivalente à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários portuguesa, suspendeu a negociação em bolsa dos títulos da Telepizza, antes do fecho do mercado, noticia o site especialista espanhol no mercado bolsista, “bolsamania.com”. Antes da suspensão, as ações do grupo estavam a valorizar 7,45%, valendo 4,83 euros.

Mas, quando foi publicada a notícia sobre a OPA do fundo KKR à sua empresa participada, o regulador bolsista espanhol resolveu suspender as transações em bolsa dos títulos da Telepizza.

O fundo KKR tornou-se no acionista maioritário da Telepizza no fim de 2016, altura em que detinha 15,5% do capital social. Em maio de 2018, reforçou a sua posição, suficiente próxima de poder lançar uma OPA. Segundo a legislação espanhola, uma empresa é obrigada a lanlar uma OPA quando detém mais de 30% do capital social de outra empresa.

De acordo com os analistas da “bolsamania.com”, para tirar a Telepizza da bolsa espanhola, o fundo KKR deve primeiro conseguir deter 90% do capital social da empresa. “Este é o passo prévio que deve dar antes de lançar uma OPA de excusão”, lê-se.

Na passada terça-feira, a Pizza Hut o Grupo Telepizza fecharam uma aliança estratégica. Após acordo da Comissão Europeia, a aliança estratégia iria permitir  o crescimento internacional entre as duas empresas. Assim, o Grupo Telepizza torna-se-ia no principal operador de pizza a nível mundial e o maior franquiado da Pizza Hut por número de lojas.

O acordo foi previamente aprovado por 100% dos acionistas na última Assembleia Geral da Telepizza. Este marco surge depois de receber, no início deste mês, a autorização da Direção Geral da Concorrência da Comissão Europeia.

No fim do terceiro trimestre de 2018, a cadeia de restaurantes da Telepizza ascendia a 1.629 estabelecimentos, segundo a mesma publicação. No acumulado dos nove primeiros meses do ano, a empresa faturou cerca de 473 milhões de euros.

Com a concretização do acordo, esclareceram os grupos em comunicado, “inicia-se uma nova era para o Grupo Telepizza, que duplica o número de estabelecimentos para mais de 2.500 lojas e fixa em 100 milhões de euros a sua proposta de Ebitda para 2021. Este crescimento significa aumentar a sua presença internacional ao operar em cerca de 37 países, atingindo um mercado potencial de 500 milhões de consumidores”.

Com a assinatura da aliança, está prevista a abertura de 1.300 lojas do Grupo Telepizza na próxima década, especificamente nos mercados abrangidos pelo acordo: Espanha, Portugal, América Latina (excluindo o Brasil), Caribe e Suíça.

 

Recomendadas

CGD vai continuar com uma posição de capital acima da média da Europa, diz Paulo Macedo

O presidente da Comissão Executiva da CGD disse hoje que o banco vai continuar com uma das maiores redes de agências e com uma posição de capital acima da média da Europa e acima dos bancos portugueses.

Alliance Healthcare tem um novo CEO

Paulo Clímaco Lilaia é o novo CEO da Alliance Healthcare, anunciou a empresa que  armazena e distribui produtos farmacêuticos, em comunicado.

Unicórnio Feedzai nomeia David Henshall para o conselho de administração

O antigo presidente e CEO da norte-americana Citrix Systems juntou-se à gestão da empresa liderada por Nuno Sebastião, conhecida pela sua plataforma digital de gestão de risco e fraude financeira.
Comentários