Dois magnatas russos do gás suspeitos de assassinar as respetivas famílias e cometer suicídio no mesmo dia

Sergei Protosenya e Vladislav Avayev, bilionários russos ligados a empresas de gás em Moscovo, cometeram suicídio no mesmo dia, em Espanha e na Rússia, respetivamente. Os dois casos estão a ser investigados pelas autoridades, mas o timing dos acontecimentos tem gerado várias especulações.

Maxim Shemetov/Reuters

Dois bilionários russos, Sergei Protosenya e Vladislav Avayev, magnatas do gás e empresários, terão assassinado as suas famílias antes de cometerem suicídio, no mesmo dia, em Espanha e na Rússia, avança o “El Mundo”.

As autoridades estão a investigar, desde dia 20 de abril, a morte de uma família russa em Lloret de Mar (Espanha). Segundo fontes policiais, citadas pelo “El Mundo”, o homem, Sergei Protosenya, de 55 anos, terá assassinado a sua esposa, de 53 anos, e uma filha de 16 anos, suicidando-se em seguida. Os corpos das mulheres apareceram cobertos com lençóis e com inúmeras facadas.

Ao lado do corpo do homem, durante sete anos vice-presidente da gigante russa de gás natural Novatek e com um património líquido estimado em 400 milhões de euros, a polícia encontrou uma faca e um machado com vestígios de sangue.

Os agentes entraram na casa depois de outro filho do casal, que mora em França, ter alertado os serviços de emergência enquanto tentava entrar em contacto com a mãe e a irmã, sem sucesso, desde a noite de segunda-feira, segundo fontes policiais.

A 3.500 quilómetros de distância, no mesmo dia, em Moscovo, Vladislav Avayev, ex-funcionário sénior do Kremlin e ex-vice-presidente do Gazprombank, foi encontrado morto no seu apartamento em Moscovo, ao lado dos corpos da sua esposa, Yelena, 47 anos e da sua filha menor, Maria, 13 anos. De acordo com informações divulgadas pela polícia russa, o homem estava com uma arma na mão e os três corpos apresentavam marcas de tiros.

A principal pista sobre a qual o crime é investigado é a de um duplo homicídio seguido de suicídio, mas não é possível excluir outras pistas no momento: a vida pessoal e profissional do homem está a ser investigada.

Os corpos foram descobertos pela filha mais velha de Avayev, Anastasia, quando chegou ao apartamento após tentar, em vão, falar com os seus pais por telefone. Na casa, fechada por dentro, terão sido encontradas 13 armas.

Recomendadas

Zelensky invoca ‘O Grande Ditador’ de Chaplin em Cannes

“O cinema vai ficar calado ou vai falar sobre isto? Se houver um ditador, se houver uma guerra pela liberdade, novamente, tudo depende da nossa unidade. O cinema pode ficar de fora?”, questionou. Por fim, disse que a sua crença é a mesma do clássico cinematográfico: “a liberdade não morrerá”.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Juan Carlos regressa a Espanha após dois anos em exílio dourado

O rei emérito vai participar de uma regata na Galiza mas antes vai encontrar-se com o filho. De recordar que Juan Carlos saiu da Espanha há dois anos e que esta é a primeira visita desde que se instalou nos Emirados Árabes Unidos.
Comentários