Dois mortos, cinco desaparecidos e milhares de pessoas cercadas pelos fogos na Austrália

Pelo menos duas pessoas morreram, cinco estão desaparecidas e milhares estão esta quarta-feira cercadas devido aos incêndios florestais que estão a devastar o sudeste da Austrália, anunciaram as autoridades.

“Hoje é um dia terrível para [o estado] de Nova Gales do Sul. Após a trágica morte, na noite passada, de um bombeiro voluntário, a polícia confirmou duas mortes em Cobargo. Uma terceira pessoa está desaparecida”, afirmou, em conferência de imprensa, a chefe de governo daquele estado, Gladys Berijiklian.

Antes, o chefe de governo do estado de Victoria, Daniel Andrews, indicara que estão por localizar quatro pessoas naquele estado do sudeste do país, e que se encontravam nas áreas onde vários fogos estão ativos.

No município de East Gippsland, na fronteira com o estado de Nova Gales do Sul, ao qual pertence Mallacoota, cerca de quatro mil pessoas fugiram para as praias para escapar às chamas, numa das regiões mais turísticas da Austrália.

Andrews disse que está a ser considerada a possibilidade de evacuar algumas comunidades afetadas pelos incêndios, como Mallacoota, onde, de acordo com imagens difundidas nas redes sociais, é visível um céu vermelho e fumo denso.

“Fizemos pedidos [à Defesa australiana] para nos apoiar na avaliação dos danos às propriedades e também para aceder a algumas comunidades isoladas por via marítima”, sublinhou.

A situação no estado de Victoria piorou nos últimos dias, com 260 novos incêndios declarados na segunda-feira e mais 61 durante as primeiras horas do dia de hoje.

Recomendadas

Ucrânia: Comissão Europeia quer criminalizar subversão das sanções à Rússia na UE

“A Comissão Europeia apresenta hoje uma proposta para harmonizar as infrações penais e as penas pela violação das medidas restritivas da UE [pois], embora a agressão russa à Ucrânia ainda decorra, é primordial que as medidas restritivas da UE sejam plenamente aplicadas e que a violação dessas medidas não seja compensadora”, salienta a instituição em comunicado de imprensa.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.

Sindicato dos Jornalistas da Guiné-Bissau afirma que novas licenças são “forma civilizada” de acabar com imprensa

O Governo guineense publicou, com data de 18 de outubro, um despacho conjunto dos ministros das Finanças, Ilídio Vieira Té, e da Comunicação Social, Fernando Mendonça, no qual fixa novos valores para aquisição de alvarás para atividades de radiodifusão, televisão, jornais e filmagens no país.
Comentários