Dois mortos e dois feridos graves atingidos por relâmpago junto à Casa Branca

Dois americanos do Wisconsin morreram depois de terem sido atingidos por um relâmpago, quando se encontravam no lado de fora da Casa Branca, num incidente que resultou ainda em mais dois feridos graves.

James Mueller, de 76 anos, e Donna Mueller, de 75 anos, marido e mulher, morreram devido aos ferimentos causados por um relâmpago que os atingiu em Lafayette Park, localizado do lado de fora do complexo da Casa Branca, revelou esta sexta-feira o Departamento de Polícia Metropolitana.

O casal estava em Washington a comemorar mais de cinco décadas de casamento, segundo a sobrinha destes, Michelle McNett, noticiou a agência Associated Press (AP). “Eram um casal muito amoroso. Eram muitos chegados à família e está toda a gente em choque”, referiu, citada pelo Wisconsin State Journal.

Os Muellers tiveram cinco filhos, 10 netos e quatro bisnetos, acrescentou. Donna era professora reformada, e trabalhava numa loja de móveis local, enquanto Jim era um empreiteiro local aposentado.

Michelle McNett referiu que não sabia ao certo o porquê de o casal ter escolhido a capital norte-americana para as férias, mas salientou que Donna estava “constantemente interessada em aprender mais”.

Os outros dois feridos, um homem e uma mulher, estão em estado crítico, após também terem sido atingidos pelo relâmpago na quinta-feira à noite, acrescentou a polícia. As autoridades não revelaram como é que as vítimas ficaram feridas, referindo apenas que foi devido ao relâmpago.

Agentes do Serviço Secreto e da Polícia de Parques dos Estados Unidos testemunharam o relâmpago e prestaram os primeiros socorros, segundo o Departamento de Polícia Metropolitana.

A assessora de imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, lamentou o incidente que causou “a perda de vidas”. “Os nossos corações estão com as famílias que perderam os entes queridos e estamos a orar por aqueles que ainda lutam pelas suas vidas”, acrescentou.

Recomendadas

Cinco conglomerados chineses deixam “voluntariamente” Bolsa de Nova Iorque

As petrolíferos Sinopec e PetroChina, a subsidiária da Sinopec com sede em Sangai, a seguradora China Life Insurance e a gigante de alumínio Chalco figuram na lista da SEC, regulador do mercado norte-americano, ameaçadas de expulsão de Wall Street no caso de não cumprimento dos novos requisitos de auditoria.

PremiumPrimeiro-ministro assume postura de moderação

Um objetivo politicamente aceitável e o fim da intervenção militar em Gaza mal esse objetivo foi alcançado e antes que se tornasse incontrolável. A poucos meses das eleições, Yair Lapid não abre mão da segurança, mas quer ser diferente.

Angola vai a votos dia 24. Eleitores residentes fora do país podem votar pela primeira vez

Nestas quintas eleições da história participam sete partidos e uma coligação e além da primeira participação de dois partidos, o Partido Humanista (PH) e o Partido Nacionalista da Justiça em Angola (P-Njango).
Comentários