Dois terços dos europeus aprova adesão da Ucrânia à UE (com áudio)

“Com o regresso da guerra ao nosso continente, os europeus sentem-se tranquilos em fazer parte da União Europeia”, disse a presidente do parlamento, Roberta Metsola sobre os resultados de uma sondagem da UE.

Quase dois terços dos europeus consideram a adesão à União Europeia uma “coisa boa”, segundo uma sondagem do parlamento europeu publicada na quarta-feira e citada pela “Reuters”. O resultado é o maior resultado dos últimos 15 anos.

A maioria dos países apresentou uma postura significativamente mais positiva em relação à adesão à UE em comparação com uma sondagem realizada no final do ano passado, disse o Parlamento Europeu.

“Com o regresso da guerra ao nosso continente, os europeus sentem-se tranquilos em fazer parte da União Europeia”, disse a presidente do parlamento, Roberta Metsola.

Além da confiança na adesão à UE a sondagem mostrou que apenas um em cada 10 entrevistados viu a Rússia positivamente em comparação com um em cada três em 2018.

Quase 60% consideraram a defesa dos “valores europeus comuns” uma prioridade, mesmo que afetasse os preços e os custos de vida, que aumentaram ainda mais desde a invasão russa da Ucrânia.

A sondagem do Parlamento Europeu contou com entrevistas a cerca de 27.000 pessoas nos 27 Estados-membros do bloco entre abril e maio.

Paralelamente outra sondagem apoiada pela UE publicada na semana passada mostrou 80% de apoio às sanções económicas à Rússia e uma política comum de segurança e defesa.

Recomendadas

Espanha agrava impostos sobre lucros de petrolíferas e elétricas em 2023

Espanha vai avançar com o agravamento de impostos sobre os lucros das empresas energéticas, atendendo à subida dos preços, anunciou este sábado o primeiro-ministro Pedro Sánchez.

Espanha destina mais nove mil milhões até final do ano para responder a subida de preços

O governo espanhol aprovou este sábado um novo plano para responder ao impacto da guerra na Ucrânia na economia e ao aumento dos preços, no valor de nove mil milhões de euros até ao final do ano.

GNR garante segurança do Fórum do BCE com cerca de 140 militares por dia

Um total de aproximadamente 140 militares por dia, com a utilização de diferentes meios da Guarda Nacional Republicana (GNR), vai garantir a segurança do Fórum do Banco Central Europeu (BCE) em Sintra entre domingo e a próxima quinta-feira.
Comentários