Dois terços dos médicos portugueses estão exaustos

Em causa estão as condições de trabalho e a carga horária elevada. O estudo da Ordem dos Médicos e do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa mostra que continuam a dedicar-se aos doentes.

De acordo um estudo de âmbito nacional sobre burnout na classe médica, os profissionais das especialidades de neurocirurgia e de medicina legal são os mais afetados por este flagelo, bem como os médicos mais jovens.

A investigação indica que são estes últimos que apresentam os níveis mais elevados nos três indicadores de burnout avaliados no estudo: exaustão emocional, distanciamento face ao doente (despersonalização) e diminuição da realização profissional.

“Não estava à espera que o problema fosse tão grave, o que exige que se olhe para esta questão com muita atenção”, alerta o bastonário da Ordem dos Médicos quando confrontado com os resultados do documento. Ainda assim, José Manuel Silva destaca que o inquérito, cujas conclusões foram divulgadas hoje pelos meios de comunicação social, mostrou “um elevado grau de empenhamento e dedicação aos doentes” por parte dos profissionais.

“A verdade é que os médicos portugueses não estão bem e isto exige medidas da parte da tutela”, sublinhou o bastonário, que pede melhores condições de trabalho, investimento na manutenção das instalações e na renovação das tecnologias.

No que diz respeito aos médicos mais jovens, José Manuel Silva realça que sofrem pressões e dificuldades, “muitas vezes sem as devidas condições de trabalho” e que trabalham “até à exaustão, nomeadamente nos serviços de urgência”.

O estudo faz parte de uma iniciativa conjunta da Ordem dos Médicos e do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa e foi feito através de inquéritos a cerca de dez mil médicos portugueses, dos perto de 50 mil convidados a responder.

 

Relacionadas

Médicos reivindicam melhores condições de trabalho

Em dez anos não foram abertos concursos para a progressão dos médicos. António Arnault e sindicatos consideram-nos a sustentabilidade do serviço público e pedem o seu regresso.
Recomendadas

Adjudicados últimos seis lotes do concurso para fornecimento de serviços à rede SIRESP

O concurso para fornecimento de serviços à rede de emergência SIRESP foi concluído na segunda-feira, antes do prazo, com a adjudicação dos restantes seis lotes, anunciou hoje a empresa que gere o sistema.

Há um “caminho longo” a percorrer no envelhecimento ativo, diz a ministra da Coesão Territorial

“Sabemos hoje mais sobre as maleitas dos mais velhos e sabemos como as evitar”, sublinhou Ana Abrunhosa, reiterando que “todos queremos envelhecer com qualidade”.

Apoio às famílias pode mitigar desaceleração da economia, prevê Fórum para a Competitividade

O pacote de apoios preparado pelo Governo como resposta à inflação pode mitigar a desaceleração da economia, mas o próximo ano apresenta-se repleto de riscos de desafios. Salários reais devem voltar a cair, prevê o Fórum para a Competitividade.
Comentários