Dona da Nowo assegura espetro em Portugal para construir rede 4G

O jornal espanhol “Expansión” dá conta que, ao adquirir espetro, a MásMóvil prepara-se para construir uma rede 4G em Lisboa, Porto e Algarve, competindo diretamente com os operadores históricos Meo, NOS e Vodafone.

Presidente do Conselho de Administração da Nowo, Miguel Venância, e o CEO do Grupo MásMóvil, Meinrad Spenger | Foto cedida

O grupo espanhol de telecomunicações MásMóvil, que está presente em Portugal através do operador Nowo, ganhou os três lotes na faixa dos 1.800 MHz na primeira fase do leilão da quinta geração da rede móvel (5G). Apesar de estar integrada no leilão do 5G, esta parte do espetro é essencial, sobretudo, para os serviços da quarta geração da rede móvel (4G).

A informação foi avançada na quarta-feira pelo jornal espanhol “Expansión”. O Jornal Económico contactou a Nowo, mas ainda não obteve respostas. Em vésperas do leilão do 5G arrancar, a MásMóvil tinha anunciado a sua intenção de participar no concurso.

O jornal espanhol dá conta que, ao adquirir espetro, a MásMóvil prepara-se para construir uma rede 4G em Lisboa, Porto e Algarve, competindo diretamente com os operadores históricos Meo, NOS e Vodafone. Mas a rede 4G que será criada poderá não ser uma rede própria, uma vez que, tratando-se de um novo entrante, o novo operador poderá estabelecer acordos de roaming nacional e, assim, utilizar parte das infraestruturas dos operadores já instalados para assentar a sua rede.

De referir que a MásMóvil terá garantido os três lotes na faixa dos 1.800 MHz por 18,117 milhões de euros cada, ao fim de oito dias e 44 rondas de licitação.

Segundo os dados da Autoridade Nacional de Comunicações, a primeira fase de licitação do leilão 5G, que se iniciou no dia 22 de dezembro de 2020, chegou ao fim no dia 11 de janeiro. Esta primeira fase consistiu no leilão de lotes nas faixas dos 900 Mhz e dos 1.800 MHz, reservada apenas para novos entrantes (potenciais novos players do mercado português), gerando um encaixe superior a 84 milhões de euros.

 

Recomendadas

Clara Raposo e novos administradores do Banco de Portugal tomam posse esta terça-feira

Clara Raposo, presidente do ISEG Lisbon School of Economics, toma posse esta terça-feira como vice-governadora do Banco de Portugal. O Governador Mário Centeno passará assim a contar com dois vice-governadores, já que Luís Máximo dos Santos é reconduzido no cargo.

Global Service center da Fujifilm serve 25 países a partir de Portugal

A Fujifilm apresentou up grade o seu Global Service Center em Portugal, que inclui o centro de reparação de endoscópios e agora o maior centro de assistência técnica na Europa para a gama de câmaras digitais e objetivas.

Associação de apostas e jogos online adere à autorregulação publicitária

Sobre a adesão, o presidente da APAJO, Ricardo Domingues, referiu que “no sector do jogo online, a publicidade é fundamental e insubstituível na canalização dos consumidores portugueses”.
Comentários