Dona do Facebook ganha utilizadores mas regista o menor aumento de receita desde que entrou em bolsa

O resultado líquido da Meta cifrou-se em 7,46 mil milhões de dólares (7,1 mil milhões de euros), o que se traduz numa diminuição homóloga de 21%, quando registou 9,49 mil milhões de dólares (8,9 mil milhões de euros).

A empresa dona do Facebook, a Meta, divulgou os resultados do primeiro trimestre de 2022, indo de encontro às previsões, mas a registar o menor aumento de receita desde 2012. No entanto, foi o crescimento do número de utilizadores que entusiasmou os investidores, com as ações da tecnológica a dispararem 18,89% após o encerramento da sessão regular em Wall Street.

A Meta encaixou 27,9 mil milhões de dólares (25,4 mil milhões de euros) em receita, um aumento de 6,6% em relação ao mesmo semestre de 2021, mas aquém das previsões dos analistas que apontavam para 28,24 mil milhões de dólares (26,7 mil milhões de euros). O resultado foi o mais baixo desde 2012, ano em que entrou em bolsa. Ainda assim, a tecnológica justificou que o seu volume de negócios poderia ter sido superior sem a crise no leste europeu.

O resultado líquido da Meta cifrou-se em 7,46 mil milhões de dólares (7,1 mil milhões de euros), o que se traduz numa diminuição homóloga de 21%, quando registou 9,49 mil milhões de dólares (8,9 mil milhões de euros).

Uma das “boas” notícias reveladas pela empresa de Mark Zuckerberg diz respeito aos utilizadores ativos diários. Aqui, o aumento foi de mais de 4% para 1,96 mil milhões, superando as expectativas dos analistas de 1,94 milhões.

Para os restantes meses de 2022, a Meta espera que as despesas totais se fixem ente 87 mil milhões de dólares e 92 mil milhões de dólares (82,4 e 87,2 mil milhões de euros), uma revisão em baixa dos 90 mil milhões de dólares a 95 mil milhões de dólares (85,3 a 90,04 mil milhões de euros) anunciados anteriormente.

Recomendadas

Bruxelas quer emitir 50 mil milhões de euros em obrigações para financiar NextGenerationEU

Bruxelas anunciou o programa de financiamento para entre julho e dezembro.

Aeroporto do Porto distinguido como “Best European Airport”

O prémio foi entregue pela organização internacional dos aeroportos, refere-se à categoria de 10-25 milhões de passageiros e destaca a qualidade do serviço, de acordo com um comunicado de imprensa da ANA Aeroportos de Portugal.

BdP rejeita subida significativa do incumprimento no crédito à habitação

Questionado sobre se espera um aumento do incumprimento das famílias no crédito habitação, devido ao aumento das taxas de juro, uma vez que a maioria daquele tipo de crédito em Portugal é contratualizado com taxas variáveis, Mário Centeno disse que “a resposta breve é não”.
Comentários