Dona do Pingo Doce vai recorrer à justiça para impugnar multa de 91 milhões de euros

Jerónimo Martins discorda “em absoluto das decisões, que reputa de totalmente infundadas e profundamente imerecidas à luz do trabalho consistente que desenvolve para levar diariamente aos consumidores portugueses os melhores preços”.

Inácio Rosa / Lusa

A Jerónimo Martins contestou esta segunda-feira a decisão da Autoridade da Concorrência (AdC) de aplicar uma multa de 91 milhões de euros à cadeia de supermercados Pingo Doce, detida pelo grupo. A retalhista informou ainda o mercado de que irá recorrer à justiça para impugnar a decisão sancionatória e utilizar “todos os meios ao seu alcance para defender a sua reputação e repor a verdade dos factos”.

“Por discordar em absoluto das decisões, que reputa de totalmente infundadas e profundamente imerecidas à luz do trabalho consistente que desenvolve para levar diariamente aos consumidores portugueses os melhores preços e as melhores promoções”, justifica a empresa liderada por Pedro Soares dos Santos, em comunicado enviado à CMVM.

A AdC emitiu a primeira decisão condenatória oriunda da investigação a operadores de distribuição, tendo aplicado uma multa de 304 milhões de euros ao Modelo Continente, Pingo Doce, Auchan, Intermarché, Lidl, Cooplecnorte (responsável pelo E. Leclerc), Sociedade Central de Cervejas (SCC) e Primedrinks.

Em causa está a concertação de forma indireta, dos preços de venda, uma prática prejudicial aos consumidores, para os fazer subir de forma gradual e progressiva no mercado do retalho.

Relacionadas

Central de Cervejas “desapontada” com multa da Autoridade da Concorrência

Explica a Central de Cervejas que se sente “desapontada com esta decisão” uma vez que a AdC “aparentemente, não aceitou os argumentos apresentados oportunamente pela empresa.

“É esse o objetivo: aumentar preços! Keep going!”. As trocas de emails entre as empresas multadas pela Concorrência

A Pimedrinks, uma das visadas, diz que “não se revê” na multa de sete milhões de euros que lhe foi aplicada e vai recorrer da decisão da autoridade.

Seis supermercados e dois fornecedores de bebidas multados em 304 milhões de euros pela Autoridade da Concorrência

As empresas acusadas de concertação de preços em prejuízo do consumidor foram Modelo Continente, Pingo Doce, Auchan, Intermarché, Lidl, E. Leclerc, Central de Cervejas e Primedrinks.
Recomendadas

ORES Portugal compra três hipermercados por 26,2 milhões que alugará ao Continente (com áudio)

Os três ativos imobiliários são objeto de contratos de arrendamento de longa duração com o Continente, do grupo Sonae, segundo um comunicado da SIGI do Bankinter e da Sonae Sierra.

Minipreço diz que lança o primeiro saco de plástico que protege os oceanos, mas é virtual

A cadeia de supermercados Minipreço, no sentido de alertar para a imprescindibilidade de reduzir o consumo de plástico, nomeadamente sacos e descartáveis, diz que foi criado “um saco de plástico virtual que, ao invés de prejudicar a natureza, auxilia na sua preservação através de donativos”.

Oney estabelece parceria para novo cartão de crédito Ikea Family em Portugal

O Ikea já tem um cartão de crédito e é do Oney Bank. “Fruto desta parceria passa a ser possível aderir ao novo cartão de crédito Ikea Family disponibilizado pelo Oney, com diversas modalidades de pagamentos que permitem uma melhor gestão do orçamento familiar, bem como o acesso a promoções e a outros benefícios do programa de fidelização”, diz a empresa.
Comentários