DS Smith retira 170 milhões de peças de plástico do ambiente com novas soluções

A DS Smith criou mais de mil soluções de embalagens totalmente recicláveis à base de fibra para centenas de produtos.

Uma empresa especializada em packaging está a inovar os seus embalamentos. A DS Smith anunciou que substituiu 170 milhões de peças de plástico devido à criação de novas soluções à base de papel. Retirou mais de 7,7 milhões de peças de plástico de supermercados e retalhistas online só na Península Ibérica.

Em média, a empresa eliminou mais de dois milhões de peças de plástico de uso único por semana entre packaging display, ou seja, o equivalente a 12 mil peças por hora. Esta redução visa impulsionar a reciclabilidade das embalagens e reduzir o impacto no ambiente.

“Estamos a trabalhar com os nossos clientes para substituir mais de mil milhões de peças de plástico, a nível global, por soluções de packaging totalmente recicláveis e à base de fibra até 2025. Os consumidores exigem cada vez mais que os produtos originem menos resíduos e, na Península Ibérica, estamos a adotar essa agenda de mudança para proteger o planeta e criar um futuro mais sustentável”, aponta Ignacio Montfort, managing diretor da DS Smith Ibéria.

A DS Smith criou mais de mil soluções de embalagens totalmente recicláveis à base de fibra para centenas de produtos. A criação surgiu depois da Comissão Europeia ter iniciado os estudo para a introdução de novas medidas para reduzir o impacto de microplásticos no ambiente.

Entre as várias soluções, a DS Smith tem optado por a impressão direta no cartão em vez das etiquetas em plástico e de substituir a fita de plástico que veda por abas de cartão com fecho automático.

Na Península Ibérica, a empresa tem impulsionado várias iniciativas para oferecer soluções sustentáveis como a Ecovete, uma embalagem de cartão canelado 100% reciclado para frutas e legumes ou embalagens pensadas para a venda de peixe e marisco online em cartão. Estas soluções representam uma redução de 94,5% de plástico face às atuais caixas, bem como uma redução significativa de CO2.

Recomendadas

Bancos sujeitos a coimas até 1,5 milhões se não aplicarem diploma do Governo para crédito à habitação

Está já em vigor, a partir deste sábado, o diploma que estabelece medidas destinadas a mitigar os efeitos do incremento dos indexantes de referência de contratos de crédito para aquisição ou construção de habitação própria permanente. Bancos têm 45 dias a partir de hoje para aplicar as medidas.

Ministra da Justiça diz que é preciso melhorar condições dos processos de recuperação de empresas

“A melhoria das condições de processos de recuperação [de empresas], sobretudo em períodos de insolvência e de dúvida, como o que atravessamos, é um desafio, mas um desafio que temos de concretizar”, afirmou Catarina Sarmento e Castro.

Restaurantes da AHRESP vão assegurar alimentação dos peregrinos da Jornada Mundial da Juventude

A AHRESP vai apoiar a Fundação na “definição das regras de funcionamento da rede de restaurantes e similares que irão assegurar o fornecimento de refeições para os participantes da Jornada Mundial da Juventude e contactar restaurantes e similares para promover a sua adesão à rede, bem como promover o uso do Guia de Boas Práticas da Restauração e Bebidas junto da rede”, lê-se no comunicado.  
Comentários