Duas centenas de turistas ingleses desrespeitam quarentena na Suíça

Estes cerca de 200 turistas britânicos fazem parte de um grupo de 420 abrangidos pelas medidas de quarentena impostas pelo Governo da Suíça aos viajantes do Reino Unido, após o surgimento naquele país de uma nova variante do vírus da covid-19, segundo noticia a agência AFP.

Genebra, Suíca

Cerca de 200 turistas britânicos, que estavam obrigados a cumprir uma quarentena de dez dias numa estância de esqui na localidade suíça de Verbier, fugiram clandestinamente durante a noite, foi hoje divulgado.

Estes cerca de 200 turistas britânicos fazem parte de um grupo de 420 abrangidos pelas medidas de quarentena impostas pelo Governo da Suíça aos viajantes do Reino Unido, após o surgimento naquele país de uma nova variante do vírus da covid-19, segundo noticia a agência AFP.

Os turistas encontram-se a cumprir quarentena na estância de esqui de Verbier, situada na comuna de Bagnes, um destino muito popular entre os britânicos.

Segundo explicou o responsável de comunicação da comuna de Bagnes, Jean-Marc Sandoz, a partir da implementação destas restrições, em 14 de dezembro, alguns turistas britânicos decidiram regressar ao Reino Unido, mas outros acabaram por permanecer na estância de esqui de Verbier.

“Não se pode culpá-los. Para a maioria, a quarentena era insustentável. Imagine moverem-se quatro pessoas num quarto de hotel de 20 metros quadrados”, justificou.

Jean Sandoz referiu que a fuga dos turistas britânicos só foi detetada após o pessoal do hotel ter reparado que os tabuleiros de refeição permaneciam intactos.

A nova estirpe do coronavírus SARS-CoV-2 identificada no Reino Unido, apresentada como mais contagiosa e que está a inquietar o mundo, já está a circular em vários países e territórios, dentro e fora da Europa.

Também hoje foi detetada a nova variante do coronavírus na ilha da Madeira.

Na sequência da identificação desta nova variante do SARS-CoV-2, diversos países, dentro e fora da Europa, decidiram suspender as ligações, nomeadamente aéreas, com o Reino Unido, uma lista que tem vindo a aumentar nas últimas horas.

A estirpe britânica do vírus já foi também detetada, pelo menos, em Portugal (ilha da Madeira), na Suécia, Itália, Holanda, Alemanha, França, Espanha, Dinamarca, Liechtenstein, Suíça, Canadá, África do Sul e no Japão.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.758.026 mortos resultantes de mais de 80,2 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Relacionadas

Nova variante da Covid-19 proveniente do Reino Unido chega à Noruega

De acordo com a agência EFE, as autoridades norueguesas deram hoje conta das infeções, verificadas em duas pessoas que estiveram este mês em território britânico.
Recomendadas

Grupo Stellantis e DST Solar nas Agendas Mobilizadoras

A inovação verde para a indústria automóvel passa pelas Agendas Mobilizadoras. O ISQ&CTAG irá investir 6,2 milhões de euros.

Cenário económico não anula metas de descarbonização

O cenário de uma possível recessão, associada à já frágil conjuntura macroeconómica, não assusta o sector, que diz estar “bem mais preparado” do que em 2008. As fragilidades herdades da pandemia persistem, mas importa não perder o foco das metas estabelecidas.

Projetos de transição vão sofrer com efeitos da crise

Os processos de transição climática em curso já estão a sofrer soluços no atual cenário macroeconómico e há lições a tirar. “Tudo vai custar muito mais do que se pensava”, garante o CEO da Madoqua Renewables ao Jornal Económico.
Comentários