“É preciso acudir ao drama de muitas famílias”, diz Luís Montenegro

Montenegro pede “que o Governo tenha um programa que, para além da oscilação que o próprio mercado tem ao nível dos preços, possa acudir àquelas famílias que têm grandes necessidades.

O presidente do Partido Social Democrata (PSD), Luís Montenegro, apelou ao Governo para que seja criado um programa de apoio às famílias com grandes necessidades para pagar despesas, como a eletricidade.

“Estamos com uma cobrança de receita fiscal absolutamente histórica, muito acima daquilo que o Governo estimava no Orçamento do Estado, e é preciso acudir ao drama de muitas famílias que não têm dinheiro para pagar as suas despesas principais, incluindo a de eletricidade“, disse Montenegro, em Pombal.

De forma a acudir aos problemas das famílias Montenegro pede “que o Governo tenha um programa que, para além da oscilação que o próprio mercado tem ao nível dos preços, possa acudir àquelas famílias que têm grandes necessidades, vulnerabilidades, para pagar o básico, a alimentação, os combustíveis e também a eletricidade”.

“Exige-se ao Governo, não só a humildade de reconhecer aquilo que está mal, como as diligências para ultrapassar aquilo que está mal”, disse aos jornalistas.

Na mesma ocasião falou também sobre o Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança de Portugal (SIRESP). “Aquilo que eu gostaria era que o Governo assumisse a sua responsabilidade e não endossasse às pessoas. Parece que é sempre culpa de toda a gente, menos do Governo. Há um problema no SIRESP, as pessoas que estão no terreno, os bombeiros, os operacionais, são elucidativos e inequívocos a apontar esses problemas e vem o Governo e diz que as pessoas é que não sabem utilizar os meios de comunicação”, referiu o líder do PSD.

Recomendadas

PCP diz que problema de falta de professores “não se resolveu”

O PCP anunciou esta sexta-feira que vai reapresentar a sua proposta para a gratuitidade progressiva das fichas de exercícios escolares e considerou que o problema de falta de professores “não se resolveu”.

Eleições em Israel, problemas na Faixa de Gaza. Ouça o podcast “A Arte da Guerra” com Francisco Seixas da Costa

Sempre que há eleições em Israel, surgem problemas na Faixa de Gaza e 2022 não é exceção. O “dispensável” jogo perigoso em Taiwan e a forma como Putin está a colocar o gás e o petróleo no tabuleiro da guerra serão outros temas analisados pelo embaixador Francisco Seixas da Costa.

“A Arte da Guerra”. “A UE tem sempre o Óscar para melhor ator secundário no Médio Oriente”

“Só os EUA têm capacidade de influência no Médio Oriente. O resto é conversa. A União Europeia tem sempre o Óscar para melhor ator secundário nesta região. Paga as contas e as destruições que Israel faz, tenta ser relevante mas os EUA não dão o mínimo espaço”, sublinhou  o embaixador Francisco Seixas da Costa.
Comentários