Portugal Exportador: Edição de 2022 apresenta três novidades

Espaço ‘Mundo’, ‘Digital Lab’ e Nursery Lab’ surgem com o objetivo de proporcionar novas possibilidades de exportação empresarial.

A 17ª edição do Portugal Exportador que se realiza no dia 23 de novembro, no Centro de Congressos de Lisboa, vai ter como principais objetivos dotar as empresas de melhores ferramentas, conhecimento de mercado e redes internacionais; atrair novas empresas potencialmente exportadoras e acelerar o processo de transição digital.

Para isso, conta com três formatos inovadores com objetivos e estratégias definidas. A primeira novidade é o ‘Nursery Lab’, que pretende encontrar 100 empresas com potencial de exportação. Ou seja, empresas que pretendam dar os primeiros passos na exportação, com temáticas próprias, apresentação de case studies,
empresas de importação e exportação interessadas em conhecer novos clientes, bem como a realização dos diagnósticos à exportação.

No Centro de Congressos de Lisboa estará criado um espaço específico para que estas empresas possam apresentar o seu modelo de negócio. Desta forma será possível definir o perfil de cliente do(s) mercado(s) onde a empresa vai atuar bem como a calendarização da entrada do(s) produto(s) nesse(s) mesmos mercado(s), além de ter em consideração as particularidades dos mercados-destino e os obstáculos que poderão ser enfrentados e por fim adaptar o produto ou serviços às singularidades dos mercados alvo.

A segunda novidade é o ‘ Digital Lab’, que terá como função acelerar a adopção e incorporação de novas tecnologias e processos digitais nas pequenas e médias empresas (PMEs) equipando-as com as ferramentas e conhecimentos de forma a alavancar as exportações nacionais. Através do ‘Digital Lab’, o Portugal Exportador irá promover a utilização de ferramentas como o diagnóstico de prontidão digital que compare as PMEs em cinco dimensões digitais (conectividade, comércio electrónico, big data, pagamentos e segurança), identificar as soluções mais adaptadas às necessidades das PMEs e estar em contacto direto com potenciais fornecedores de serviços que as ajudariam a dar salto digital.

A terceira e última novidade é o espaço ‘O Mundo’, que será destinado e a todas as associações organizadoras de iniciativas conjuntas, permitindo abordar as empresas interessadas directamente, nomeadamente através de pré agendamento de reuniões (slots de 15 min) durante o dia 23 de novembro, ou um contacto posterior através da internet na plataforma do Portugal Exportador durante todo o ano.

De acordo com a organização do evento que está a cargo do Novobanco, Fundação AIP e Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), a necessidade da criação do espaço ‘O Mundo’ surgiu após um inquérito realizado efetuado às mais de 1.500 empresas exportadoras que visitaram o ultimo evento e onde uma das questões mais vezes referenciada foi a falta de informação sobre acções conjuntas, nomeadamente participações em feiras internacionais ou missões inversas organizadas por associações e apoiadas financeiramente.

As preocupações ambientais geradas através das exportações não passam ao lado deste evento. Assim, o Portugal Exportador irá utilizar materiais recicláveis na construção de stands e mobiliário de apoio. Usar revestimentos naturais e plantas decorativas com utilização posterior, reutilizar a sinalética e outros elementos gráficos em edições futuras do evento, bem como privilegiar a luz natural e utilizar audiovisuais de baixo consumo de energia.

Este evento pretende também alertar para a utilização dos meios de transporte coletivo ou veículos de fontes de energia eléctrica, o uso de embalagens de materiais sustentáveis e a escolha de fornecedores locais.

Pelo Portugal Exportador já passaram 4.787 empresas exportadoras, realizaram-se 91 cafés temáticos, 121 workshops, tendo passado pelo evento 283 oradores, 293 expositores e agendados 354 business to business.

Recomendadas

Binter e Embrar fecham compra de cinco novas aeronaves por mais de 369 milhões de euros

As duas primeiras unidades estão previstas para chegar às Ilhas Canárias em novembro de 2023.

Manuel Champalimaud compra à Novares a área de injeção de plásticos para a indústria automóvel

A aquisição visa reforçar posição do Grupo Champalimaud no sector dos componentes de plástico decorativo e de interface para a indústria automóvel.

PremiumAmazon diz que “continua a fazer investimentos” de cloud em Portugal

A empresa norte-americana de computação na nuvem Amazon Web Services (AWCS)está a desenvolver um centro de dados no país, mas não se compromete com uma data de abertura.
Comentários