EDP Renováveis assegura contrato para venda de energia limpa nos Estados Unidos

Projeto solar está localizado na Califórnia e deverá entrar em funcionamento em 2024. “O sucesso da EDPR em assegurar novos CAEs reforça o seu perfil de baixo-risco e estratégia de crescimento baseada no desenvolvimento de projetos competitivos e com visibilidade de longo-prazo”, diz EDP.

A EDP Renováveis comunicou à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que assegurou um Contrato de Aquisição de Energia (“CAE”) para a venda de energia limpa produzida por um projeto solar nos Estados Unidos, cuja capacidade dessa tecnologia ascende a 200 MWac.

O projeto em causa, que está localizado no estado norte-americano da Califórnia, deverá entrar em funcionamento em 2024, estando ainda contemplada uma capacidade de 150 MW em baterias.

Na mesma nota enviada ao regulador, a energética sublinha que, com o novo projeto solar, estão agora assegurados “10,8 GW de um total de 20 GW de objetivo para adições em 2021-25, conforme anunciado no Capital Markets Day da EDPR em fevereiro de 2021”, acrescentando que a “transação permite à EDPR alcançar 5 GW de capacidade solar assegurada para 2021-25 – tanto de grande escala como de distribuído – e que se compara com os 9 GW de objetivo de capacidade solar instalada para o mesmo período”.

“O sucesso da EDPR em assegurar novos CAEs reforça o seu perfil de baixo-risco e estratégia de crescimento baseada no desenvolvimento de projetos competitivos e com visibilidade de longo-prazo, promovendo a aceleração da transição energética e a descarbonização da economia”, referem as duas empresas no mesmo comunicado.

A informação foi igualmente comunicada ao regulador pela EDP – Energias de Portugal, S.A. (“EDP ou Sociedade”), que detém 74,98% da através da sua subsidiária EDP Renováveis.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quinta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quinta-feira.

Banco suíço UBS investe em unicórnio de inteligência artificial

O financiamento à norte-americana BigPanda ocorreu através da unidade de inovação e empreendedorismo UBS Next, que tem 200 milhões para startups tecnológicas e fintechs.

Passageiros nos aeroportos mais que quadruplicam no 2.º trimestre para 14,5 milhõe

O número de passageiros nos aeroportos nacionais mais do que quadruplicou no segundo trimestre deste ano, crescendo 329,3% em relação ao período homólogo, para 14,5 milhões, indicou a ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil.
Comentários