EDP Renováveis reforça posição nos Estados Unidos

A EDP Renováveis, em consórcio com a petrolífera Shell, reforçou o seu posicionamento nos Estados Unidos, depois de ter ganho o leilão para a construção de um parque eólico ao largo do estado de Massachusetts.

Cristina Bernardo

A EDP Renováveis reforçou a sua posição no mercado norte-americano depois da Mayflower Wind Energy LLC ter garantido, esta sexta-feira, os direitos para desenvolver um parque eólico offshore, informou a empresa em comunicado. A Mayflower Wind Energy LLC  é detida pelo consórcio formado, em partes iguais, pela EDP Renováveis e pela petrolífera Shell.

“O Consórcio criado pelas EDPR e pela Shell deu origem à Mayflower Wind Energy LLC, que garantiu hoje os direitos para desenvolver um parque eólico offshore, ao largo do estado de Massachusetts, nos Estados Unidos da América”, lê-se na nota.

A EDP Renováveis antecipa que o parque eólico, depois de construído, tenha capacidade para acomodar até 1,6 gigawats, “o suficiente para abastecer anualmente com energia limpa mais de 680 mil casas” do estado de Massachusetts”.

Para António Mexia, CEO da EDP, “a vitória neste leilão é mais um reforço do posicionamento da EDP naquilo que tem sido uma nova avenida de crescimento para o grupo: o offshore”. O CEO salientou ainda que a EDP Renováveis, que já conta com projetos em Portugal, França e no Reino Unido, “entra agora no segmento de offshore no principal mercado de crescimento das renováveis, os EUA, onde a empresa é hoje um dos principais players em energia éolica onshore”.

 

Relacionadas

China Three Gorges substitui representantes no “board” da EDP

Dingming Zhang como membro representante da China Three Gorges Corporation para (Vice-Presidente); Shengliang Wu da China Three Gorges International Corp; Ignacio Herrero Ruiz em representação da China Three Gorges (Europe) são os novos nomes propostos para o Conselho Geral de Supervisão.

EDP recomprou 500 milhões de dívida

A elétrica portuguesa recomprou mais cem milhões de dívida do que o esperado, numa operação de 500 milhões de euros. Mais de metade da operação de recompra da dívida incidiu sobre uma linha de dívida a vencer em setembro de 2020.
Recomendadas

The Big Ones. Apple: serviços crescem, receitas do iPhone caem

The Big Ones destaca semanalmente as inovações e movimentos estratégicos das empresas que lideram a nova economia.

Portugal à porta do ‘top 10’ da Europa na capacidade de produzir baterias (com áudio)

Numa altura em que o mercado dos veículos elétricos cresce a olhos vistos, os dados projetados para 2030 apontam para uma capacidade de 48 GWh, num ‘ranking’ liderado pela Alemanha, que leva uma larga vantagem para os outros países europeus.

Doutor Finanças avança com sistema que permite maior agilidade a acompanhar clientes

As ferramentas são dirigidas aos intermediários de crédito franchisados e vão permitir ter a ajuda de uma equipa de profissionais.
Comentários