EDP transfere posição no BCP para o seu fundo de pensões

A EDP adquiriu à sua participada EDP Imobiliária e Participações perto de 14,5 milhões de ações do Banco Comercial Português (BCP), correspondentes a 1,53% da instituição, e transferiu-as para o seu fundo de pensões.

O Fundo de Pensões do Grupo EDP já detinha 0,58% do capital social do BCP, pelo que agora passa a ser titular de quase 20 milhões de ações do BCP, representativas de 2,11% do respetivo capital social e direitos de voto, isto é, passa a deter uma participação qualificada, de acordo com a informação enviada pelo BCP à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

A transmissão da posição no BCP da EDP para o seu fundo de pensões foi feita a título de contribuição em espécie e, após estes movimentos, a EDP Imobiliária e Participações deixa de possuir qualquer participação social no BCP.

Recomendadas

Moldova mantém neutralidade mas irá fortalecer a cooperação com a NATO

A Moldova manterá a neutralidade, mas aprofundará a sua cooperação com a NATO para garantir a sua capacidade defensiva, declarou hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros da Moldova, Nicu Popescu.

Espanha e Alemanha reúnem-se em cimeira pela primeira vez desde 2013

Espanha e Alemanha celebram na quarta-feira a primeira cimeira bilateral em nove anos, que coincide com um momento de sintonia entre os dois executivos em projetos como o do gasoduto para ligar a Península Ibérica à Europa central.

CMVM: “É notório o crescimento da divergência dos padrões de poupança das famílias portuguesas”

“A poupança de longo prazo exige disciplina e empenho além de, naturalmente, um nível de rendimento que permita poupar. Esta combinação de condições ajuda a explicar o baixo nível de poupança em Portugal e em outros países que nos são próximos”, reconhece Rui Pinto.
Comentários