EDP vende metade da posição na Hydro Global por 66,7 milhões aos chineses da CTG

A alienação da participação detida na Hydro Global permitirá à EDP continuar a sua trajetória de crescimento, em cumprimento dos objetivos estabelecidos no seu Plano de Negócios 2021-2025.

A EDP vendeu 50% da sua posição na Hydro Global aos chineses da China International Water & Electric Corporation (“CWE”), sociedade que integra o grupo China Three Gorges (CTG) por 66,7 milhões de euros, informou a empresa portuguesa em comunicado esta sexta-feira, 29 de julho.

“A alienação da participação detida na Hydro Global permitirá à EDP continuar a sua trajetória de crescimento, em cumprimento dos objetivos estabelecidos no seu Plano de Negócios 2021-2025, mantendo o foco de crescimento em ativos de geração renováveis, redes e na prestação de serviços de valor acrescentado para os seus clientes”, indica o documento.

A Hydro Global é uma joint-venture detida em 50-50 pela EDP e pela CTG e que tem como principal ativo o projeto hídrico San Gabán III no Peru com 209 MW, que está atualmente em construção.

Recomendadas

PremiumGestores bancários sem tarimba a gerir períodos inflacionários

Estudo sobre o sector bancário europeu feito pela consultora estratégica Oliver Wyman considera que as instituições financeiras podem não estar preparadas para os impactos do aumento da inflação e do abrandamento da economia na atividade.

Alojamento local em expansão no Douro ajuda a diversificar oferta turística

O alojamento local no Douro está em expansão e contribui para a diversificação da oferta turística neste território, existindo atualmente 714 unidades em atividade.

TAP nega acusação do sindicato dos pilotos e diz que gasta menos com alugueres face a 2018 e 2019

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) acusou, esta quarta-feira, a gestão da TAP de “desperdiçar” as receitas do verão com “milhões de erros” ao longo do ano, como a contratação externa de serviços.
Comentários