EDPR. Diferenças cambiais favorecem lucro

Os lucros da EDP Renováveis subiram 88% nos primeiros noves meses de 2015, relativamente a igual período do ano anterior. Em 2014, a empresa tinha apresentado lucros líquidos de 53 milhões de euros que ascenderam nos primeiros nove meses de 2015 a 100 milhões de euros, anunciou a empresa através de comunicado enviado à Comissão […]

Os lucros da EDP Renováveis subiram 88% nos primeiros noves meses de 2015, relativamente a igual período do ano anterior. Em 2014, a empresa tinha apresentado lucros líquidos de 53 milhões de euros que ascenderam nos primeiros nove meses de 2015 a 100 milhões de euros, anunciou a empresa através de comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

O resultado líquido ajustado por eventos não-recorrentes, diferenças cambiais e ganhos de capital aumentou 19% para 62 milhões de euros.

As receitas por seu lado subiram 16% de 930 milhões de euros nos três primeiros trimestres de 2014 para 1,1 mil milhões de euros nos mesmos meses deste ano. 4% do aumento são explicados pela maior produção (mais 37 milhões), 3% pelo preço superior (mais 31 milhões) e os restantes 9% (81 milhões) devido a impactos cambiais.

O EBITDA subiu igualmente de 642 milhões de euros para 782 milhões de euros. Este aumento de 22% representa uma margem EBITDA de 72%.

Nos primeiros nove meses de 2015, os eventos não recorrentes tiveram um impacto positivo de cerca de 40 milhões de euros no EBITDA (cerca de 40 milhões de euros). Estes mesmos eventos não recorrentes tinham tido um impacto de mais um milhão de euros no período homólogo de 2014, devido ao ganho (102 milhões) relativo à aquisição de controlo de alguns ativos da ENEOP e 65 milhões de euros de abates após otimização da carteira de projetos em desenvolvimento e priorização em regiões com fundamentos de negócio sólidos, explica a empresa e comunicado.

Em setembro de 2015, a empresa geria uma carteira global de 9,2 GW repartidos por 10 países. A capacidade EBITDA consolidada em Portugal inclui desde 1 de setembro 613 MW relativos à ENOP, anteriormente 533 MW pelo método de equivalência patrimonial. Nos últimos 12 meses a EDPR adicionou 616 MW à sua capacidade instalada, dos quais cerca de 70% nos EUA.

O preço médio de venda nos primeiros noves meses de 2015 aumentou 10% para 65 euros/MWh. Na europa o preço médio de venda aumentou 3% e na América do norte o aumento foi de 2% (em dólares) No Brasil, o aumento de 8% (em reais) está relacionado principalmente com a indexação à inflação.

Assinale-se ainda que o número de trabalhadores da EDP Renováveis aumentou 10% de 919 para 1009 pessoas este ano.

OJE

Recomendadas

Banco de Fomento lança consulta pública para dois novos Programas de co-investimento em PME

Estando ainda disponível o montante de 475 milhões de euros para lançar novos Programas, “o BPF convida as empresas e todos os interessados a participar na consulta pública acerca de futuras soluções de capital e quase capital, com o objetivo de obter contributos sobre as condições de dois Instrumentos Financeiros pré-estruturados destinados a fomentar a constituição de empresas e/ou capitalização empresarial”, revela o banco liderado por Ana Carvalho.

Premium“Somos a ótica das pessoas e que traz o know how francês”, diz CEO do grupo MonOpticien

Em entrevista ao JE, o CEO do grupo MonOpticien, Florent Carriére, explica o modelo de subscrição que traz para Portugal. “O meu concorrente não é a Multióticas, é a a Netflix e o Spotify”, sublinha.

Bancos da zona euro devolvem antecipadamente 447,5 mil milhões ao BCE

Este montante vem juntar-se aos quase 300 mil milhões de euros que foram reembolsados antecipadamente em 23 de novembro.