EDPs dão energia ao PSI-20. Europa acompanha em alta

O PSI-20 negoceia no ‘verde’ — 0,69% para 4.827,40 pontos — depois da EDP Renováveis ter superado, pela primeira vez, a marca dos 20 euros por ação. A companhia do grupo EDP, atingiu os 20,20 euros na sessão desta quinta-feira, com uma subida de 2,12%.

Reuters

Os principais índices bolsistas prosseguem a manhã desta quinta-feira a negociar em alta, depois da Comissão Europeia ter confirmando que o processo de vacinação contra a Covid-19 arranca a 27 de dezembro em toda em Europa.

Por cá, o PSI-20 negoceia no ‘verde’ — 0,69% para 4.827,40 pontos — depois da EDP Renováveis ter superado, pela primeira vez, a marca dos 20 euros por ação. A companhia do grupo EDP, atingiu os 20,20 euros na sessão desta quinta-feira, com uma subida de 2,12%.

A retalhista Jerónimo Martins acompanha as subidas, ganhando 1,20% para 14,32 euros, em linha com a valorização de 1,28% para 0,1266 euros do BCP. Ainda em alta, situam-se as energéticas EDP e REN que sobem em simultâneo 0,99% e 0,64% para 4,89 e 2,375 euros, respetivamente.

Em sentido contrário, a bolsa portuguesa regista as quedas de 2,01% para  0,1362 euros da Pharol, seguindo-lhe o deslize de 1,43% para 5,50 euros da Ibersol.

Na Europa, “os investidores mostram-se animados com os estímulos económicos, depois dos líderes da União Europeia terem libertado o pacote de estímulo de 1,8 biliões de euros (notação europeia)”, refere, esta quinta-feira, o analista de mercados do BCP investment banking Ramiro Loureiro.

O DAX, em Franfkurt, é o índice que mais sobe, valorizando 0,76% para 13.668,95 depois do ministro da Saúde alemão Jens Spahn, ter anunciado que o país iria começar a vacinar no dia 27 de dezembro. Por sua vez, o Euro Stoxx 50, sobe 0,53% para 3.561,90 pontos.

Em Paris, depois do primeiro-ministro Emanuel Macron ter testado positivo à Covid-19, forçando o homólogo português António Costa a ser também testado e aguardar os resultados em isolamento profilático, o CAC 40 ganha 0,35% para  5.567,31 pontos.

As subidas mais ligeiras acontecem em Madrid, com o IBEX a saltar 0,12% para 8.149,00 pontos e em Londres, com o FTSE 100 a subir 0,9% para 6.577,13 pontos.

Recomendadas

Bolsas europeias negoceiam mistas aguardando próxima reunião da Fed

Na quarta-feira, Wall Street encerrou com o índice Standard & Poor’s a cair 0,19% para 3.933,92 pontos, enquanto o Nasdaq perdia 0,51% para 10.958,55 pontos e o Dow Jones Industrial mantinha-se inalterado nos 33.597,92 pontos.

Bolsa de Lisboa inicia sessão em terreno negativo

Na quarta-feira, o PSI fechou a descer 0,22%, para 5.852,78 pontos, em linha com o resto da Europa.

Wall Street fecha instável em face da provável recessão

A indefinição está a marcar a economia interna dos Estados Unidos. sabe-se que haverá uma recessão, mas os seus contornos em termos de profundidade e duração não são claros. E o mercado mobiliário parece não gostar disso.
Comentários