Eduardo Cabrita é candidato a diretor executivo da Frontex (com áudio)

O ex-ministro da Administração Interna apresentou a sua candidatura individual a este cargo em julho, tendo sido uma das 78 inscrições internacionais à posição máxima neste órgão europeu, avançou a rádio “Renascença” e confirmou o jornal online “Observador”.

Cristina Bernardo

O ex-ministro da Administração Interna Eduardo Cabrita é o único candidato português ao cargo de diretor executivo da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (Frontex), avançou esta quinta-feira a “Rádio Renascença” (RR), citando fontes próximas do processo.

Segundo a estação de rádio, o antigo governante apresentou a sua candidatura individual a este cargo no passado mês de julho, tendo sido uma das 78 inscrições internacionais à posição máxima neste órgão europeu. A candidatura terá uma “ponderação política” e o apoio de “ministros de outros países”.

Apesar das mais de 70 candidaturas, a RR relata que Eduardo Cabrita tem “fortes hipóteses” de ser o escolhido. No entanto, fontes europeias do jornal online “Observador” adiantam que “será muito difícil” Eduardo Cabrita conseguir o lugar, a menos que haja uma pressão forte do Governo português.

Recomendadas

ISP: “Medida injusta e mesquinha”. Saiba o que dizem os partidos sobre os ajustes do Governo

Os partidos com representação parlamentar demonstram-se contra a posição tomada pelo Executivo de António Costa relativamente ao ISP.

Eutanásia. PSD justifica referendo com “caminho de não retorno” em matéria de “interesse nacional”

O projeto de resolução do PSD de referendo sobre a despenalização da eutanásia, hoje revelado, defende a consulta popular por considerar que está em causa “uma questão de relevante interesse nacional” que implica “um caminho de não retorno”.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta segunda-feira.
Comentários