Em 2022 vai aprender mandarim ou japonês?

Conhecer uma nova cultura e aprender a sua língua e escrita é um dos desafios do Museu do Oriente para 2022. O ano inicia-se com um Workshop de Mandarim, que se realiza aos sábados durante o mês de Janeiro, e uma oficina de Caligrafia Japonesa, no dia 11.

Conhecer uma nova cultura e aprender a sua língua e escrita é um dos desafios do Museu do Oriente para 2022. O ano inicia-se com um workshop de mandarim, que se realiza aos sábados durante o mês de janeiro, e uma oficina de Caligrafia Japonesa, no dia 11.

Dividido em quatro sessões: aos sábados, nos dias 8, 15, 22 e 29 de Janeiro, entre as 10.00 e as 13.00 -, o workshop de mandarim dá a conhecer os princípios básicos deste idioma para negócios e lazer. O objetivo é que os participantes adquiram vocabulário e recursos gramaticais fundamentais para conseguirem compor frases elementares de comunicação em situações regulares do dia a dia.

No dia 11 de janeiro, terça-feira, o Museu do Oriente dá a conhecer, na oficina de Caligrafia Japonesa Kakizome-Taikai, um costume japonês para assinalar o novo ano.

Kakizome é a primeira caligrafia do ano. No segundo dia de janeiro, os que observam a tradição usam pincel e tinta para escrever algo auspicioso: uma resolução de ano novo ou um verso de poesia evocativo da data.

A palavra kakizome é escrita com os caracteres “escrever” e “primeiro” e, no Japão, é comum as escolas organizarem um evento especial de caligrafia no início de Janeiro, intitulado kakizome taikai.

Assim, organizados por ano ou classe, e um a seguir ao outro, os alunos juntam-se nos ginásios das escolas, dispõem os seus materiais no chão – todos na mesma direcção – e utilizam um pincel espesso, especial para a ocasião. Esta oficina procura recriar o espírito do kakizome, convidando os participantes a saudar o novo ano com um exercício de caligrafia em torno de uma mensagem auspiciosa.

 

Recomendadas

João Gonzalez é um dos cinco nomeados para os Prémios do Cinema Europeu 2022

Com 34 prémios e mais de 90 seleções oficiais de festivais de todo o mundo, o filme de João Gonzalez, “Ice Merchants”, é agora um dos cinco nomeados para os Prémios do Cinema Europeu, na categoria de Melhor Curta-Metragem. A 10 de dezembro serão conhecidos os vencedores.

Premium“O desenho pode ser um ponto de partida para começar uma coleção”

“Os portugueses conhecem os seus artistas, respeitam-nos e valorizam-nos”. Palavra de curadora, que é também diretora da única feira dedicada ao desenho em Portugal. Mónica Álvarez Careaga fala ao JE na identidade muito própria da Drawing Room Lisboa e da sua crescente “portugalidade”, que considera ser o reconhecimento de “várias gerações de excelentes artistas” portugueses.

PremiumSom harmonioso

Desenvolvido em segredo, o Co-Axial Master Chronometer Calibre 1932 é o primeiro movimento de relojoaria do mundo a fundir as funções de cronógrafo e de repetidor de minutos, necessitando do seu próprio “cérebro” mecânico para fazer soar o tempo decorrido.
Comentários