PremiumEm Espanha, todos fazem pressão sobre todos

Ninguém acredita que a crise se resolva até ao Natal. Como também ninguém acredita que se resolva sem a revisão da Constituição – que ninguém quer começar.

Pressionar os partidos políticos com assento nas cortes espanholas parece ser, por estes dias, o desporto preferido de todos os partidos que, nas eleições de novembro, ali arranjaram lugar: o PSOE pressiona a Esquerda Republicana da Catalunha (ERC) para que aceite quanto antes abster-se na investidura que Pedro Sánchez quer organizar até ao Natal; o En Comú (o Unidas Podemos catalão) pressiona a ERC no mesmo sentido; o Junts Per Catalunya (do atual e anterior presidentes daGeneralitat, Quim Torra e Carles Puigdemont) pressiona a ERC para que não aceite avançar sem garantias de autodeterminação; o Cidadãos pressiona o PSOE para que abra as portas a um entendimento com a direita (exceto o Vox) para a investidura, fugindo assim ao jugo dos independentistas; o PP pressiona os socialistas no mesmo sentido; o Vox pressiona o PP e o Cidadãos para não avançarem para semelhante aliança; o rei Filipe VI pressiona toda a gente para que se despache; e finalmente a Constituição pressiona o PSOE e a ERC, fazendo recordar que existe e que nem tudo é passível de um pacto.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

PremiumPutin une extremos na oposição ao Ocidente

As franjas mais extremas europeias convergem no apoio a Putin, unidas por um antiamericanismo reforçado, à esquerda, por uma orfandade do comunismo soviético e, à direita, pela admiração por um regime iliberal e autocrático.

PremiumPara saudar o regresso de um majestoso Jaen

Serve este texto para saudar a aposta de um produtor do Dão, a Caminhos Cruzados, integrada há cerca de dois anos no grupo da Quinta da Pacheca (no Douro), na comercialização de um monovarietal de uma das castas mais singulares que se produzem em Portugal: a Jaen (Mencia, em Espanha). Há quem diga que em relação à Jaen, ou se ama ou se detesta.

PremiumFada ou bruxa? Uma duquesa que incomoda muita gente

Sociopata narcisista”. Uma classificação nada abonatória, mas é assim que é descrita Meghan Markle por ex-funcionários do Palácio de Buckingham que trabalharam para os duques de Sussex, segundo o que é revelado no novo livro de Valentine Low, que escreve sobre assuntos reais para o “The Times”.
Comentários