Embaixadora de Cuba no ICPT

Johana Tablada de la Torre, embaixadora de Cuba em Portugal, será a próxima oradora do almoço-debate do ICPT – International Club of Portugal. A intervenção será subordinada ao tema: “Cuba-EUA, uma nova era? Novas oportunidades para Portugal e para o Mundo”. O evento realiza-se no Hotel Fontana Park, em Lisboa, no próximo dia 8. OJE


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Johana Tablada de la Torre, embaixadora de Cuba em Portugal, será a próxima oradora do almoço-debate do ICPT – International Club of Portugal. A intervenção será subordinada ao tema: “Cuba-EUA, uma nova era? Novas oportunidades para Portugal e para o Mundo”.

O evento realiza-se no Hotel Fontana Park, em Lisboa, no próximo dia 8.

OJE

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Novo porto timorense de Tibar representa progresso significativo para o país, diz Ramos-Horta

“O objetivo do porto de Tibar é facilitar e promover a economia e fazer de Timor-Leste um centro de carga regional. Por conseguinte, é importante assegurar que o porto fornece serviços eficientes com uma tarifa competitiva que permita o crescimento das empresas, do comércio e do setor privado no país”, explicou.

Ucrânia: Portugal reforça com um milhão de euros pacote da NATO de ajuda não letal

“Portugal vai dar um contributo extraordinário para o pacote de assistência abrangente, que é um pacote da NATO para apoio não letal e, portanto, que será também dedicado à reposição da capacidade energética da Ucrânia. E demos hoje a indicação que avançaremos com uma contribuição extraordinária de um milhão de euros”, anunciou.