Embraer e GMV assinam memorando de entendimento para desenvolvimento tecnológico

A Embraer explica que “o memorando inclui ainda potenciais parcerias em processos de Investigação e Desenvolvimento tecnológico e Inovação”.

A Embraer e a multinacional GMV assinaram, esta quinta-feira, um memorando de entendimento para cooperação nas áreas de desenvolvimento e integração de sistemas para produtos e serviços de defesa.

Em destaque neste memorando está o programa da aeronave A-29 Super Tucano, explica a Embraer em comunicado. “O memorando inclui ainda potenciais parcerias em processos de Investigação e Desenvolvimento tecnológico e Inovação, com o objetivo de ampliar o relacionamento de longo prazo entre as empresas durante as fases de conceção, design, desenvolvimento, produção e suporte”, explica a empresa.

“Novos negócios, desenvolvimento e integração de sistemas de navegação, de Aviónicos Modulares Integrados (Integrated Modular Avionics, IMA, na sigla em inglês) e de software também estão na agenda das duas empresas, que pretendem trocar e divulgar informações sobre as suas experiências, capacidades, produtos, sistemas e serviços. Especificamente na área de Investigação e Desenvolvimento de IMA, a relação entre as empresas tem mais de 15 anos, incluindo projetos no âmbito da União Europeia”, aponta a Embraer.

A empresa diz que tem um “compromisso estratégico de longo prazo” em Portugal e que prova disso “foi um investimento de 74 milhões de euros na OGMA S.A., permitindo à empresa obter a certificação para a manutenção dos motores GTF da Pratt & Whitney, utilizados pela nova geração de aviões comerciais”.

“Este acordo irá criar 300 postos de trabalho e poderá triplicar o volume de negócios anual da OGMA para 600 milhões de euros, refletindo também o interesse da Embraer em ampliar o âmbito das suas atividades em Portugal e, assim, acrescentar valor à economia local”, explica a Embraer.

Além do investimento este ano, a Ambraer avançou também a assinatura de um Memorando de Entendimento com idD Portugal Defence e a ETI para a cooperação em desenvolvimento tecnológico nas suas áreas de especialidade.

 

Recomendadas

CGD vai continuar com uma posição de capital acima da média da Europa, diz Paulo Macedo

O presidente da Comissão Executiva da CGD disse hoje que o banco vai continuar com uma das maiores redes de agências e com uma posição de capital acima da média da Europa e acima dos bancos portugueses.

Alliance Healthcare tem um novo CEO

Paulo Clímaco Lilaia é o novo CEO da Alliance Healthcare, anunciou a empresa que  armazena e distribui produtos farmacêuticos, em comunicado.

Unicórnio Feedzai nomeia David Henshall para o conselho de administração

O antigo presidente e CEO da norte-americana Citrix Systems juntou-se à gestão da empresa liderada por Nuno Sebastião, conhecida pela sua plataforma digital de gestão de risco e fraude financeira.
Comentários