Emissão de energia elétrica volta a cair na Madeira pelo quarto mês consecutivo

As exportações continuam a crescer na Madeira. Em setembro subiram 29,6% mas registaram um ritmo mais brando quando em comparação com os meses anteriores. A importação teve também um acréscimo de 25,8%.

A emissão de energia eléctrica voltou a cair na Madeira, em setembro, na ordem dos 1,8%, de acordo com os dados da Direção Regional de Estatística (DREM).

A quebra em setembro foi mais branda em comparação com julho e agosto, em que se registou uma descida de 2% e 2,5%, na emissão de energia eléctrica na madeira.

Em termos de dados externos fica o destaque para a subida de 25,8% na importação de bens e também no crescimento de 29,6% na exportação.

A exportação de bens na Madeira tem estado em subida há seis meses. Em setembro contudo fez-se a um ritmo mais brando do verificado em junho, julho, agosto, com crescimentos de 38,4%, 32,1%, e 44,4%.

De salientar ainda a subida de 0,8% no movimento de mercadorias no porto, contrariando a tendência de descida verificada nos últimos três meses.

Recomendadas

Médicos internos preenchem totalidade das 39 vagas disponibilizadas à Madeira

Este processo, que decorre em simultâneo a nível nacional, é acompanhado na Região Autónoma da Madeira pelo Instituto de Administração da Saúde (IASAÚDE), entidade responsável pelo Internato Médico na Região.

Funchal: Prorrogado prazo de reabilitação da ETAR

Foi aprovada a participação da Câmara num instituto sem fins lucrativos, o Instituto para o Desenvolvimento e Inovação Tecnológica (IDEA).

Madeira aprova 74 contratos-programa de desenvolvimento desportivo no valor de quatro milhões de euros

Foi autorizada ainda a celebração de um acordo de cooperação entre o Instituto de Segurança Social da Madeira e a Associação Santana Cidade Solidária, de 21,4 mil euros, relativo ao financiamento das respostas sociais loja social e atendimento e acompanhamento social.
Comentários