PremiumEmpregadores vão pagar até 50 euros por mês para despesas do teletrabalho (com áudio)

Proposta vai avançar por iniciativa do grupo parlamentar do PS e está a ser discutida com o Governo. Valor mensal deverá ser acordado entre empregadores e funcionários, respeitando um limite de 50 euros.

Os funcionários que se encontrem em teletrabalho vão ter direito a um subsídio mensal pago pelo empregador, no valor de até 50 euros, para cobrir custos como eletricidade e internet, apurou o Jornal Económico.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

“Senhor PRR” alerta que guerra e inflação são riscos acrescidos ao plano

O novo presidente da Comissão Nacional de Acompanhamento do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) considera que a guerra na Ucrânia e a inflação são riscos acrescidos ao plano que precisam de estratégias para serem mitigados.

Pedro Dominguinhos é o novo presidente da comissão de acompanhamento do PRR

A Comissão Nacional de Acompanhamento do PRR era presidida por António Costa Silva, que entretanto tomou posse como ministro da Economia e do Mar no atual Governo.

PremiumIndefinição no SEF gera críticas pela degradação do serviço

Novo adiamento da extinção do SEF leva partes interessadas a questionarem a degradação dos serviços. Agendamentos para reagrupamento familiar chegam a demorar um ano a marcar.
Comentários