Empresa chinesa cria fábrica de baterias para automóveis elétricos em Portugal (com áudio)

Num comunicado à bolsa de valores de Hong Kong, a CALB revelou a assinatura na quarta-feira de um memorando de entendimento com uma subsidiária da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP).

China

A empresa chinesa de baterias para automóveis elétricos China Aviation Lithium Battery Technology (CALB) anunciou hoje ter chegado a acordo para criar uma fábrica em Portugal.

Num comunicado à bolsa de valores de Hong Kong, a CALB revelou a assinatura na quarta-feira de um memorando de entendimento com uma subsidiária da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP).

O acordo com a AICEP Global Parques prevê a aquisição de “direitos de superfície, com o objetivo de montar uma fábrica de ponta mundial, altamente inteligente, informatizada e automatizada, com zero emissões de carbono”, disse a empresa.

A CALB “não assinou ainda um acordo legalmente vinculativo”, pelo que “a cooperação contemplada no memorando de entendimento pode ou não avançar”.

A empresa referiu ainda que a eventual instalação de uma fábrica em Portugal seria parte de uma estratégia para criar “bases industriais na Europa”.

Em dezembro de 2021, a CALB anunciou a assinatura de um acordo com a consultora alemã Drees & Sommer para planear a primeira fábrica na Europa, que poderia produzir, por ano, baterias com uma capacidade total de 20 GWh.

Segundo a China Automotive Power Battery Industry Innovation Alliance, uma associação industrial, a CALB foi em 2021 a terceira maior fabricante chinesa de baterias para automóveis elétricos.

Recomendadas

Datalex prevê levar software para advogados a Espanha e Brasil no próximo ano

O diretor da startup portuguesa Datalex disse ao Jornal Económico que a internacionalização passará por parcerias estratégicas. A empresa de tecnologia para juristas renovou recentemente a imagem de marca para apostar noutros mercados e prevê fechar 2022 com uma subida de até 62% na faturação.

Faturação da Warpcom sobe 14% para 35 milhões de euros

O volume de negócios da empresa de tecnologia portuguesa, adquirida no ano passado pela espanhola Evolutio, aumentou a dois dígitos em comparação com o ano fiscal anterior.

Mota-Engil Engenharia e Instituto de Formação da CPLP reforçam parceria

“A 2ª edição do Projeto Integrado de Formação, Capacitação e Mobilidade de Recursos Humanos já está a ser preparada, procurando combater a imigração irregular e de risco e contribuir para colmatar a necessidade de trabalhadores no setor da Construção Civil em Portugal”, segundo a Mota-Engil.
Comentários