Empresários angolanos e hispano-americanos criam câmara de comércio

Os investidores visitaram as províncias do Bengo, Kwanza-Norte e Kwanza-Sul.

Os empresários angolanos e hispano-americanos criaram, em 2016, a Câmara de Comércio e Indústria Hispano-americana Angolana cujo objectivo é estabelecer parcerias e atrair investimento estrangeiro no sector agrícola.

O corpo directivo da referida câmara tomou posse ontem e contou com a presença de uma delegação composta por nove empresários mexicanos, à procura de oportunidade de negócio no sector agro-industrial. Os investidores visitaram as províncias do Bengo, Kwanza-Norte e Kwanza-Sul.

A Câmara de Comércio e Indústria Hispano-americana Angolana (CCHIA) é constituída por empresários angolanos, argentinos, colombianos, mexicanos, venezuelanos, uruguaios e espanhóis. O Presidente da Assembleia Geral da CCHIA é o empresário Agostinho Raimundo de Sousa e Santos.

De acordo com o responsável, que cumpre um mandato até 2020, o órgão ora constituído tem como objectivo promover e fazer fluir investimentos nacionais e estrangeiros na agro-indústria, incentivando, com o apoio do Ministério da Agricultura, representado na cerimónia pelo secretário de Estado para o Sector Empresarial Agrícola, Carlos Alberto Jaime Pinto, o surgimento de novas empresas no sector, bem como criar novas oportunidade de emprego e contribuir para a superação do momento difícil que o País está a enfrentar.

Relacionadas

FMI anuncia financiamento 3,7 mil milhões de dólares para Angola

O Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou um pacote de ajuda externa a Angola no valor de 3,7 mil milhões de dólares (3,3 mil milhões de euros) para apoiar o programa de reforma económica e fiscal do país.

Kwanza mantém tendência de estabilidade face ao euro e ao dólar

A moeda angolana continua a manter a tendência de estabilidade face à europeia e à norte-americana pela segunda semana consecutiva, cotando-se esta segunda-feira em 353,526 kwanzas/euro e 311,036 kwanzas/dólar, segundo dados do Banco Nacional de Angola.
Recomendadas

Comunidades pedem a António Costa que resolva “discriminação” de pensionistas

O Conselho Regional das Comunidades Portuguesas na Europa (CRCPE) endereçou hoje uma carta ao primeiro-ministro de Portugal a solicitar a atualização das pensões e reformas para evitar perdas do valor futuro das pensões e reformas dos portugueses no estrangeiro.

JMJLisboa2023. Portugal terá retorno económico de cerca de 350 milhões de euros

A Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que se realiza no próximo mês de agosto em Lisboa, vai ter um retorno económico para Portugal de cerca de 350 milhões de euros, revelou hoje o coordenador do evento nomeado pelo Governo.

Câmara de Grândola aprova nova descida do IMI e alargamento do IMI familiar

A Câmara Municipal de Grândola aprovou, na passada quinta-feira, as propostas de redução do IMI de 0,34% para 0,33%, e de alargamento do IMI familiar para famílias com um dependente. Reduções que são para vigorarem em 2023.
Comentários