Empresas portuguesas estão ‘offline’ no investimento publicitário ‘online’

Apenas 15% das empresas em Portugal recorreram à publicidade em linha em 2016, o segundo valor mais baixo da União Europeia (UE), apenas à frente da Roménia (12%). Dados são da Eurostat.

O estudo do gabinete oficial de estatísticas da UE sobre a utilização da publicidade na Internet pelas empresas revela que, em média, 77% das empresas nos 28 Estados-membros (com mais de 10 trabalhadores) têm um sítio de Internet, 45% utilizam as redes sociais e 25% recorrem à publicidade ‘online’, apresentando Portugal resultados abaixo da média comunitária nos três casos.

Em Portugal, 64% das empresas têm o seu sítio de Internet, 44% utilizam as redes sociais e somente 15% fazem publicidade em linha.

As proporções mais altas de empresas que recorrem à publicidade na Internet foram registadas em Malta (46%), Suécia (42%) e Dinamarca (40%), sendo que o tipo de publicidade ‘online’ mais procurado pelas empresas, na generalidade da União, é a chamada publicidade contextual, ou seja, a utilização de informações provenientes do conteúdo das páginas de Internet visitadas pelos internautas ou as palavras-chave introduzidas por estes nas suas buscas.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.

Portugal reforça cuidados em embaixadas após cartas armadilhadas em Espanha

“Estamos a dar indicações às nossas embaixadas para terem atenção redobrada a encomendas ou correio que recebam”, disse, em declarações à agência Lusa, João Gomes Cravinho, a partir de Lodz (Polónia), garantindo que as missões portuguesas no exterior “estão atentas, em função do que aconteceu em Espanha nos últimos dias”.

Alteradas quatro declarações modelo usadas na entrega do IRS

As mudanças hoje publicadas vigoram a partir de 1 de janeiro e são justificadas com as alterações ao Estatuto da Ordem dos Contabilistas Certificados, relativo ao justo impedimento de curta duração, mas quanto à declaração anual de rendas (modelo 44) é também introduzida a obrigação de entrega exclusivamente por transmissão eletrónica de dados, a partir de 2023.
Comentários