Empresas portuguesas são das mais pequenas da União Europeia

As empresas portuguesas são das mais pequenas da Europa, apresentando, em média, 3,3 pessoas ao serviço, segundo dados recolhidos em 23 países da União Europeia (UE) pelo portal estatístico Pordata.

Os países que revelam uma dimensão média próxima de Portugal e inferior a quatro pessoas são a Eslováquia, Itália, República Checa e Espanha.

Alemanha, Reino Unido e Luxemburgo são os países onde as empresas apresentam uma maior dimensão média, a rondar as 10 pessoas ao serviço.

Em Portugal, as empresas da indústria transformadora são as que apresentam a maior dimensão média (9,8 pessoas) e as das atividades imobiliárias são as que revelam menor dimensão média (1,6 pessoas).

De acordo com os últimos dados da Pordata divulgados agora ( referentes a 2014 mas os últimos disponíveis) e avançados hoje pela Lusa, os trabalhadores por conta de outrem representam entre 70 a 96% do pessoal ao serviço nas empresas da Europa.

Em Portugal trabalhavam em 2014 nas empresas cerca de 3,4 milhões de pessoas, dos quais cerca de 80% com vínculo laboral.

Os dados da Pordata revelam ainda que Portugal tem das mais altas taxas de natalidade e mortalidade empresarial, com o país a registar a segunda taxa de mortalidade empresarial mais alta da União Europeia (15,8%), só superada pela Lituânia.

As atividades administrativas e dos serviços de apoio, com 28,7%, a construção, com 14% e o alojamento, restauração e similares, com 13,9% são os setores com taxas mais altas de mortalidade em Portugal.

Quanto à taxa de natalidade das empresas, o nosso país apresenta a quarta maior taxa, com 14,6%, numa lista liderada pela Lituânia (com 25,1%) e contrastando com a Bélgica (com 4,3%), que ocupa o último lugar da lista.

A maioria das empresas de elevado de crescimento portuguesas são do setor das indústrias transformadoras, do comércio e construção.

 

Recomendadas

Casa do Impacto tem mais 500 mil euros para startups

Há novidades nesta terceira edição do +PLUS: a alocação de 50% do orçamento do fundo para soluções de impacto ambiental e outros 50% (250 mil euros) para soluções inovadoras de impacto social.

Desenvolver um projeto ou adquirir competências base de gestão de forma gratuita

Academia de Empreendedorismo é um projeto da plataforma NAU em conjunto com a Universidade NOVA de Lisboa e destina-se a todos os que querem saber mais sobre como lançar um negócio.

Fever cria incubadora para startups de entretenimento ao vivo

O unicórnio espanhol das experiências culturais, gastronómicas e de bem-estar compromete-se a dar auxílio financeiro e ajuda na conceção de experiências, desenvolvimento de conteúdos, análise da procura, interação de formatos e expansão para diferentes cidades.
Comentários