PremiumEmpresas têm de aceitar o ciber-risco ou arriscam-se “a viver numa gruta”

A cibersegurança foi o tema central do fórum organizado pelo Jornal Económico, que reuniu líderes e especialistas para entender como vai ser gerido o risco cibernético nas organizações. É necessária formação e resiliência aos ataques.

A indústria da cibersegurança em Portugal vale pelo menos 130 milhões de euros, de acordo com uma estimativa relativa a 2020 avançada por António Gameiro Marques, diretor-geral do Gabinete Nacional de Segurança (GNS) no primeiro Fórum Cibersegurança organizado pelo Jornal Económico (JE) no dia 19 de abril.

 

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

PremiumVenda do Atlântico avança e espanhóis fora da corrida ao BPG

O pedido de compra do Atlântico Europa pelo Well Link Group está finalmente a evoluir, depois do acordo assinado no inicio de 2020. Já o BPG optou por abrir o processo competitivo de venda.

Govcoins são o futuro mas ameaçam negócio da banca

As moedas digitais dos bancos centrais podem trazer mais segurança nos pagamentos, mas também criar um problema de inclusão. E podem colocar em causa a viabilidade do sector financeiro.
CEO das seguradoras Fidelidade, Tranquilidade, Ageas e Liberty

PremiumSeguradoras estão preparadas para impacto da crise

As companhias de seguros são as maiores gestoras de ativos do mundo, por isso os líderes da Fidelidade, Ageas, Tranquilidade e Liberty Europa estão mais preocupados com a forma como os investimentos serão feitos com o PRR do que com o impacto da crise nas companhias.
Comentários