Encarnado toma conta de Wall Street no fecho da sessão

Mesmo as ações da Taiwan Semiconductor Manufacturing, que negoceia no Dow Jones, caíram mais de 3% apesar de a empresa ter anunciado um investimento de 40 mil milhões de dólares no Arizona, o maior de sempre neste estado norte-americano.

Andrew Kelly/Reuters

A bolsa de Nova Iorque fechou a sessão desta terça-feira em terreno negativo, horas depois de vir a público que o défice da balança comercial dos Estados Unidos agravou-se em outubro para os 78,2 mil milhões de euros (+5,4%). A marcar os mercados financeiros norte-americanos está ainda o facto de o jornal “Financial Times” ter revelado que o Tesouro dos Estados Unidos estará a ultimar um pacote de regulamentações para as criptomoedas que envolve, por exemplo, limites à publicidade.

Em Wall Street, o índice industrial Dow Jones perdeu 1,03% para os 33.596,34 pontos. Quanto ao índice financeiro S&P 500, caiu 1,44% para os 3.941,26 pontos e o tecnológico Nasdaq resvalou 2% para os 11.014,89 pontos. Por sua vez, o Russell 2000 desvalorizou 1,55% para os 1.807,25 pontos.

“No seio empresarial, de destacar o disparo de GitLab, após apresentação de contas. Nota ainda para o negócio da NRG Energy que faz disparar a Vivint Smart Home”, afirmou esta tarde Ramiro Loureiro, trader do Millennium bcp, numa nota de mercado.

De facto, as ações da GitLab dispararam 9,44% para 41,95 dólares, na sequência da divulgação dos resultados trimestrais desta tecnológica de armazenamento de código. Por exemplo, no terceiro trimestre as suas receitas subiram 11,8% em termos homólogos, para os 113 milhões de dólares, quando a previsão apontava para apenas 106,15 milhões de dólares.

Já os títulos da Vivint Smart Home avançaram 32,37% para 11,90 dólares, após o anúncio do acordo de aquisição da empresa de casas inteligentes por 2,8 mil milhões de dólares. O objetivo da energética NRG Energy, com esta operação, é agregar mais serviços de automação e segurança à sua oferta.

“A Taiwan Semiconductor Manufacturing Company fará um investimento de 40 mil milhões de dólares no Arizona, um dos maiores investimentos estrangeiros na história dos Estados Unidos e o maior neste estado. Os primeiros clientes da empresa serão provavelmente a Apple e a Nvidia. Segundo a imprensa asiática, a fábrica do Arizona começará a produzir alguns dos chips mais avançados no final de 2023 e início de 2024”, realçam os analistas da XTB, em research. As ações da Taiwan Semiconductor Manufacturing caíram 2,50% para 79,58 dólares na praça nova-iorquina.

Quanto às matérias-primas, o ‘ouro negro’ cai mais de 3%, embora continue abaixo dos 90 dólares por barril. O preço do petróleo WTI, produzido no Texas, desce 3,37% para os 74,34 dólares por barril, enquanto a cotação do barril de Brent resvala 3,81% para os 79,53 dólares por barril. No mercado cambial, o euro deprecia 0,24% face à moeda dos Estados Unidos, para os 1,0465 dólares. Em relação à libra esterlina, a moeda de 19 países da União Europeia está na linha d’água com uma valorização de 0,25% para 0,8627 libras.

Recomendadas

Fed conseguiu o esperado milagre de agradar a Wall Street

No dia em que a Reserva Federal deu mostras de moderação no aumento das taxas de juro, o mercado de capitais respondeu pela positiva, como não podia deixar de ser – com o Nasdaq a comandar. Resta saber quanto tempo durará o momento.

EUA: Powell reconhece primeiros sinais de alívio na inflação, mas é “prematuro declarar vitória”

O presidente da Fed afastou cortes de juros este ano, embora admita que a inflação começa a dar sinais de abrandamento. O caminho ainda é longo e a ‘aterragem suave’ continua em cima da mesa, tal como uma taxa terminal abaixo de 5%.

EUA: Reserva Federal abranda ritmo de subida dos juros com mais 25 pontos base

O mercado já antecipava esta decisão, dado o abrandamento da inflação nos últimos meses, mas a mensagem da Fed tem sido agressiva, sinalizando que o processo está ainda longe de concluído.
Comentários