Endividamento do setor não financeiro diminui em outubro

Endividamento do setor não financeiro (Estado, famílias e empresas não financeiras) diminuiu em outubro para os 719,8 mil milhões de euros, segundo dados hoje divulgados pelo Banco de Portugal (BdP).

Face a setembro, o endividamento do setor não financeiro diminuiu 0,5 mil milhões de euros, fruto de um decréscimo de 0,4 mil milhões no endividamento do setor público e de 0,1 mil milhões no endividamento do setor privado.

De acordo com o BdP, do total do endividamento do setor não financeiro, 310 mil milhões respeitavam ao setor público e 409,8 mil milhões ao setor privado.

“A diminuição do endividamento do setor público deveu-se, sobretudo, à redução do financiamento externo, que foi parcialmente compensada pelo incremento do financiamento pelas próprias administrações públicas, pelo setor financeiro e pelos particulares”, sinaliza a instituição.

A diminuição do endividamento do setor privado, por seu turno, “reflete o decréscimo do financiamento obtido junto do setor financeiro residente em 0,4 mil milhões de euros, ainda que o endividamento externo tenha aumentado”.

Recomendadas

Fitch revê em alta crescimento da zona euro para 0,2% em 2023, piora PIB mundial

A Fitch reviu “ligeiramente o crescimento da zona euro para 0,2%” em 2023, face a uma contração de 0,1% anteriormente, mas alterou para pior as estimativas a nível mundial, com o PIB a crescer 1,4%.

TAP: Serviços mínimos para greve abrangem países lusófonos e comunidades portuguesas

Os serviços mínimos para a greve dos tripulantes de cabine da TAP, marcada para quinta e sexta-feira, abrangem as regiões autónomas, os países lusófonos e zonas com emigrantes portugueses, segundo um acórdão hoje publicado.

Crise/Energia: Preço médio semanal da ERSE sobe 0,9% para gasóleo e 1,0% para gasolina

O preço médio semanal dos combustíveis, calculado pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), aumenta, esta semana, 0,9% para o gasóleo e 1,0% para a gasolina, segundo um relatório hoje divulgado pela entidade.
Comentários