Energética dinamarquesa oferece aposta (a mil anos) no futuro das renováveis

A empresa Orsted emitiu 500 milhões de euros dívida com maturidade em 3017 para financiar novos parques eólicos e a procura dos investidores foi cinco vezes superior à oferta.

A empresa dinamarquesa Orsted emitiu dívida para financiar novos parques eólicos, naquela que pode ser uma aposta de longo prazo no setor das energias renováveis. É que a gigante energética emitiu 500 milhões de euros em títulos com maturidade em 3017, ou seja, dívida com mil anos. Os investidores parecem ter ficado agradados com a ideia já que a procura superou em cinco vezes a oferta.

A Orsted oferece um cupão anual de 2,25% e é a primeira vez que a empresa, cuja atividade começou na extração de petróleo e gás, vai emitir green bonds (ou obrigações verdes). A energética dinamarquesa vendeu a divisão petrolífera no início do ano e está agora a transitar para a emissão de dívida que pretende financiar projetos com benefícios ambientais.

“Não escolhemos green bonds por acreditarmos que são o melhor negócio, fizemo-lo porque está em linha com a nossa estratégia”, explicou o chefe de relações com investidores da Orsted, Henrik B. Lund, em declarações à agência Bloomberg.

“A transição para green bonds ainda não está completa portanto primeiro temos de reunir alguma experiência, mas é algo que está no foco da empresa”, acrescentou o porta-voz da empresa anteriormente conhecida como Dong Energy, que é a maior exploradora do mundo de parques eólicos offshore. Além dos 500 milhões de euros em dívida a mil anos, a empresa colocou também no mercado 750 milhões de euros a 12 anos.

Relacionadas

‘Green bonds’: Emissão de títulos sustentáveis atinge recorde em 2017

A emissão destes instrumentos que se destinam ao financiamento de projetos sustentáveis atingiu um novo máximo no terceiro trimestre do ano. Até setembro, o valor já superou o total do ano passado.
Recomendadas

Associação de apostas e jogos online adere à autorregulação publicitária

Sobre a adesão, o presidente da APAJO, Ricardo Domingues, referiu que “no sector do jogo online, a publicidade é fundamental e insubstituível na canalização dos consumidores portugueses”.

Tentativas de fraudes a clientes da EDP Comercial aumentam mais de 230% em outubro

“No último mês, o número de casos de fraudes (ou tentativas) a clientes da EDPC disparou mais de 230%, face à média dos meses anteriores”, disse à Lusa fonte oficial da empresa, a quem foram reportados cerca de 200 casos em outubro, face a 120 registados no total do primeiro semestre.

EasyJet regista perdas anuais de 194 milhões de euros

Num comunicado enviado à Bolsa de Valores de Londres, a companhia aérea de viagens ‘low cost’ indicou que os prejuízos anuais antes de impostos foram de 208 milhões de libras (239 milhões de euros), em comparação com 1.036 milhões de libras (1.191 milhões de euros) no período homólogo.
Comentários