Entrada em bares ao fim de semana exige teste negativo ou certificado digital (com áudio)

Resposta do Governo surge após questões lançadas pela AHRESP, esclarecendo ainda que estes estabelecimentos que continuam encerrados não perdem o apoio ao regime do layoff simplificado.

Quem quiser entrar em bares ao fim-de-semana vai ter de apresentar um teste negativo à Covid-19 ou o certificado digital. O esclarecimento foi dado pelo Governo esta quarta-feira, 18 de agosto, em resposta a várias questões colocadas pela Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP).

“O funcionamento dos bares e outros estabelecimentos de bebidas sem espetáculo com sujeição às regras da restauração e similares pretende que os mesmos fiquem sujeitos à regra da obrigatoriedade de apresentação de certificado digital ou de teste negativo nas mesmas condições aplicáveis a estes últimos estabelecimentos”, referiu o Executivo.

A AHRESP questionou também o Governo sobre se os bares e outros estabelecimentos de bebidas que optem por abrir com sujeição às regras dos estabelecimentos de restauração não perdem o acesso ao regime de layoff simplificado, nem ao reforço do programa Apoiar.Pt.

O Executivo esclareceu que este género de estabelecimentos se encontra fechado por motivos legais, sendo que nesse sentido, “continuam a beneficiar dos apoios que dependam do encerramento ou suspensão da atividade”.

Recomendadas

Empresas reafirmam investimento contra riscos cibernéticos

A cibersegurança é uma prioridade para as empresas. O reforço do investimento na proteção de contra ataques mantém-se apesar da conjuntura atual marcada pela subida dos custos. 

Equinix cria fundo solidário de 50 milhões para promover a inclusão digital

A empresa de tecnologia norte-americana criou uma nova estrutura de apoio educativo. O conselho de administração da fundação irá, todos os anos, determinar o montante de doações da fundação, de modo a cobrir a concessão de contribuições ou a correspondência com as ofertas dos colaboradores.

Tecnológica portuguesa Innowave compra Cycloid

Desde 2018 que o grupo tem uma forte estratégia de M&A. “Esta aquisição é mais um passo na nossa estratégia de crescimento, materializada também na criação de centros de competência em Portugal, como é o caso de Lisboa, Porto, Coimbra, Faro e Beja”, afirmou o CEO da Innowave, Tiago Gonçalves.
Comentários