Eólica. EDP R encaixa 556 milhões com venda nos EUA

A EDP Renováveis (EDPR) anunciou a venda de uma participação minoritária de 340 MW num portfólio de ativos eólicos nos EUA com uma capacidade de produção total de 1.002 MW. A alienação gera um encaixe de 590 milhões de dólares, o equivalente a 556 milhões de euros, e o comprador é um consórcio liderado pela […]

A EDP Renováveis (EDPR) anunciou a venda de uma participação minoritária de 340 MW num portfólio de ativos eólicos nos EUA com uma capacidade de produção total de 1.002 MW.

A alienação gera um encaixe de 590 milhões de dólares, o equivalente a 556 milhões de euros, e o comprador é um consórcio liderado pela Axium Infrastructure (Axium)

“Com esta transação, a EDP R atinge um total de 800 milhões de euros através de estratégia de rotação de ativos”, o que lhe permite, segundo comunicado enviado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários, completar, dois anos antes, o programa de rotação de ativos de 700 milhões, incluído na agenda estratégica para o período de 2014-2017.

“Ao superar o objetivo 700 milhões, a EDPR poderá investir adicionalmente na sua estratégia de crescimento baseado no desenvolvimento de projectos competitivos com visibilidade a longo prazo, explica a empresa em comunicado enviado à CMVM”, explica o documento.

No comunicado, a empresa refere ainda que a estratégia de rotação de ativos permite-lhe “cristalizar o valor dos cash-flows futuros e reinvestir no desenvolvimento de projetos de valor acrescentado, ao mesmo tempo que contribui para o objectivo de crescimento sustentado em recursos próprios.”

A carteira de ativos eólicos da EDP R nos EUA tem uma capacidade de produção total de 1.002 MW, sendo composta por sete parques eólicos, dos quais 600 MW em operação desde 2008 e 400 MW com início de operações previsto para 2015.

OJE

Recomendadas

“2023 será um ano de crescimento nos mercados externos”

O Grupo VAA tem como objetivo globalizar as suas duas marcas principais, Vista Alegre e Bordallo Pinheiro, e identificou sete mercados estratégicos onde está a apostar, explica Nuno Barra.

“Empresas arriscam sozinhas a entrada em mercados pela fraca dinamização e falta de apoio”

Mais de mil empresas participaram no Portugal Exportador no dia 23, orientado para a estratégia de internacionalização.

Rampa Digital dá consultoria às empresas sobre negócios no online

Associação .PT, gestora do domínio web português, quis estar perto das empresas que estão em processo de internacionalização.