EPAL reduziu níveis de água não faturada em mais de metade desde 2005

O Dia Mundial da Perda de Água está a ser invocado hoje, dia 4 de dezembro, no âmbito do Congresso de Água e Desenvolvimento, organizado pela Associação Internacional da Água (IWA), e que está a decorrer no Sri Lanka.

A EPAL – Empresa Portuguesa de Águas Livres conseguiu reduzir os níveis de água não faturada em Lisboa para menos de metade, passando de 23,5%, em 2005, para 10% em 2018, o que corresponde ao valor do nível económico de perdas da empresa.

Esta redução, divulgada a propósito do dia Mundial da Perda de Água, que se celebra hoje, dia 4 de dezembro, foi obtida através da introdução de uma solução para combater as perdas de águas, designada WONE, combinada “com intervenções de controlo ativo de fugas e com uma estratégia de renovação da rede”.

“Para combater as perdas de água na sua rede distribuição, a EPAL desenvolveu a solução WONE, um sistema de redução de perdas e otimização do sistema de abastecimento, que permitiu Lisboa tornar-se uma das cidades mais eficientes do mundo”, assegura um comunicado da EPAL.

De acordo com esse documento, “o ‘WONE – Water Optimization for Network Efficiency’ é um sistema integrador de processos e de informação, que começou a ser desenvolvido em 2006 com a missão de disponibilizar indicadores de eficiência ao nível das perdas ocorridas nas redes de abastecimento de água, sendo atualmente utilizado por mais de uma dezena de entidades gestoras”.

“Este sistema permite a integração dos dados provenientes das mais de 160 zonas de monitorização e controlo criadas na rede de Lisboa, disponibilizando às equipas técnicas a informação necessária para que estas possam identificar com exatidão e rapidez os locais com possibilidade de melhoria ao nível da eficiência”, destacam os responsáveis da EPAL.

A administração da empresa assinala ainda que, “com este sistema, a EPAL conseguiu a concretização, bem-sucedida, de uma estratégia focada na eficiência e na redução de perdas na sua rede de distribuição cuja relevância é inquestionável do ponto de vista da sustentabilidade económica, social e ambiental”.

“Consciente da importância que a mudança de comportamentos e atitudes dos diversos públicos têm na utilização eficiente da água, um bem cada vez mais escasso, a EPAL tem vindo ainda a apostar em ações de educação ambiental e sensibilização, sobretudo junto dos mais novos”, recorda o referido comunicado da EPAL.

O Dia Mundial da Perda de Água assinala-se hoje pela primeira vez em todo o mundo, estando a decorrer no Sri Lanka uma cerimónia comemorativa no âmbito do Congresso de Água e Desenvolvimento da Associação Internacional da Água (IWA).

“Este dia foi criado pelo Grupo Especialista das Perdas de Água da IWA com o objetivo de sensibilizar toda a população mundial para a quantidade de água potável que é perdida nos sistemas de distribuição”, explica o comunicado em questão.

De acrodo com os dados da IWA, diariamente, são desperdiçados 346 mil milhões de litros de água potável em todo o mundo.

Bastaria uma redução de 30% neste número de perdas para fornecer água devidamente tratada a 800 milhões de pessoas.

Relacionadas

Câmara de Lisboa e EPAL vão reabilitar chafarizes e instalar 200 bebedouros na cidade

 A reabilitação de chafarizes de Lisboa, a instalação de 200 bebedouros e a abertura do jardim Casa do Arco são medidas previstas num protocolo a celebrar pela autarquia e a EPAL, segundo uma proposta que será discutida na quinta-feira.

EPAL diz que vai produzir energia 100% renovável até 2025

Empresa explica que a produção será feita através da instalação de centrais de produção de energia hidroelétrica nas condutas de água, eólica e fotovoltaica, naquela que considera ser “uma verdadeira aposta na sustentabilidade ambiental e económica, reduzindo a exposição da empresa ao mercado energético”.

Como melhorar a eficiência hídrica em casa

Com a adoção de medidas de eficiência hídrica, incluindo a utilização de equipamentos e dispositivos mais eficientes e tecnologias inovadoras, em substituição dos sistemas e equipamentos convencionais, é possível reduzir 30% a 45% o consumo de água em casa e nos edifícios.

Poupar água nos edifícios? Sim, podemos poupar mais

São várias as áreas de um edifício – residencial ou comercial – com potencial de redução de desperdícios nos consumos de água.

Presidente da EPAL: “Estamos cá para ajudar as autarquias”a reduzir perdas de água”

As faturas dos habitantes de Lisboa vão sofrer mudanças já este mês, com o objetivo de reduzir o consumo de água. José Sardinha, presidente da empresa que abastece a capital portuguesa, revela como é que as autarquias e entidades gestoras do resto do país podem reduzir as perdas na rede.
Recomendadas

Black Friday faz volume de pagamentos com Ifthenpay aumentar 18% em novembro

A Ifthenpay, empresa portuguesa especializada e líder de mercado em pagamentos digitais para empresas, anunciou que registou um crescimento de mais 18% ao longo do mês de novembro na movimentação financeira através dos seus pagamentos digitais (+95,5 milhões de euros), e por comparação com período homólogo do ano anterior.

BPI distribui presentes de Natal a crianças no país

A edição de 2022 deverá mobilizar milhares de pessoas – entre trabalhadores sociais, voluntários, colaboradores e clientes do banco – para realizar os desejos de crianças apoiadas por instituições sociais que lutam contra a pobreza infantil em todo o país.

Exigir participação de mulheres em conferências é o novo grito pela igualdade

O BNP Paribas Portugal assumiu o compromisso de garantir 40% de mulheres no Comité Executivo do Banco e no G100 até 2025 e de não participar em conferências em cujos painéis não estejam mulheres. Acordo com movimento francês Jamais Sans Elles foi oficializado no dia 10 de novembro.
Comentários