ERA regista melhor semestre de sempre em Portugal com faturação de 47,3 milhões

Este valor representa um aumento de 24% face ao período homólogo e de 12% em comparação com o mesmo período de 2019, antes da pandemia.

A ERA Imobiliária chegou aos 47,3 milhões de euros de faturação no primeiro semestre, registando o melhor de sempre da empresa. Este valor representa um aumento de 24% face ao período homólogo, de 12% em relação mesmo período de 2019 e de 3% quando comparado com o valor atingido em 2018.

A rede vendeu mais de 6.250 imóveis, um crescimento de 13% em relação ao primeiro semestre do ano passado. O valor médio de venda ficou próximo dos 180 mil euros, o que representa uma subida de 14%, enquanto o valor total das transações ultrapassou os mil milhões de euros.

Foi registado um crescimento de 7% no número de compradores, enquanto o número de vendedores aumentou 4% em comparação com o mesmo período do último ano.

A ERA lançou no mercado 154 novos empreendimentos residenciais no primeiro semestre, ao abrigo do programa de parceria Obra Nova ERA.

O CEO da ERA Portugal, Rui Torgal, acredita que os números da imobiliária vão continuar a progredir.

“Estes valores alcançados reforçam a nossa perspetiva de alcançar o melhor ano de sempre. Temos vindo a registar um aumento gradual da faturação total da ERA, posicionando-nos como marca de referência no setor imobiliário nacional”, reitera.

Recomendadas

Sindicatos atentos ao fundo pensões do BCP

Os Sindicatos Verticais da Banca asseguram aos associados do BCP que tudo farão “na defesa dos seus interesses no Fundo de Pensões do banco”.

BCE vigia 31 bancos por riscos associados à subida das taxas de juro

Banco Central Europeu lançou uma revisão dos riscos de taxa de juro e spread de crédito para avaliar a exposição dos bancos. Numa primeira fase irá monitorizar 31 instituições financeiras

CP transportou 70 milhões de passageiros e supera valores de 2019 no primeiro semestre de 2022

A CP – Comboios de Portugal registou, no primeiro semestre de 2022, um aumento da procura de 77,5%, quando comparado com o período homólogo de 2021, o que se traduz em cerca de 70 milhões de passageiros transportados.
Comentários