Erdogan ameaça abrir as fronteiras aos migrantes para a Europa

O Presidente turco ameaçou hoje abrir as fronteiras do país para deixar passar os migrantes que pretendem entrar na Europa.

Recep Tayyip Erdogan

A ameaça do de Erdogan acontece um dia depois de o Parlamento Europeu ter aprovado o congelamento no processo da adesão da Turquia à União Europeia.

“Ouçam bem: Se forem mais longe, estas fronteiras abrir-se-ão. Ponham isso na vossa cabeça”, disse o Presidente turco num discurso proferido em Istambul.

Ancara e Bruxelas celebraram um acordo em março passado que permite barrar o fluxo de refugiados para as ilhas gregas.

As declarações de Erdogan, citadas pela agência Lusa e referidas por outros meios, aumentam as preocupações de alguns governantes, que temem que a Turquia deixe de aplicar o acordo assinado em março com a UE para bloquear no seu território o fluxo de migrantes que tentam avançar pela Europa.

Em março, a Turquia e a União Europeia (UE) fecharam um acordo que permitiu conter o fluxo de refugiados em direção ao continente europeu.

Recomendadas

Seis mortos e 20 feridos num tiroteio em escola na Rússia

“Hoje, a polícia recebeu um relatório sobre um tiroteio na Escola 88 em Izhevsk”, anunciaram os agentes de autoridade russos.

OCDE mais pessimista para 2023 vê economia da zona euro crescer 0,3% e inflação de 6,2%

Nas previsões económicas intercalares divulgadas hoje, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) revela-se mais otimista sobre o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) da zona euro deste ano, melhorando a estimativa em 0,5 pontos percentuais (pp.) face a junho, para 3,1%, mas cortou em 1,3 pp. a de 2023 para 0,3%.

OCDE mantém crescimento global deste ano de 3% mas corta o de 2023 para 2,2%

A OCDE manteve as perspetivas de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) mundial deste ano em 3%, prevendo que as economias do G20 cresçam 2,8% (menos 0,1 ponto percentual (pp.) do que em junho).
Comentários