Erdogan ameaça encerrar “se necessário” duas bases militares estratégicas para os EUA

O chefe da diplomacia turca já tinha evocado o estatuto das duas instalações, apontando que o seu fecho poderia ser “colocado sobre a mesa” numa reação a eventuais sanções americanas contra a Turquia.

Recep Tayyip Erdogan

O Presidente turco, Receb Tayyip Erdogan, ameaçou hoje encerrar, “se necessário”, duas bases militares estratégicas para os Estados Unidos na Turquia, na sequência das crescentes tensões entre Ancara e Washington.

“Se necessário, poderemos encerrar Incirlik e Kürecik”, o nome das duas bases, afirmou Erdogan, numa entrevista ao canal de televisão pró-governamental A Haber.

O encerramento das bases é sistematicamente mencionado na Turquia em cada pico de tensões diplomáticas entre Ancara e Washington.

Situado no sul da Turquia, a base aérea de Incirlik é utilizada pela aviação americana no âmbito da luta contra o grupo extremista Estado Islâmico na Síria. A base de Kürecik, no sudeste do país, abriga uma importante estação de radar da NATO.

Na semana passada, o chefe da diplomacia turca já tinha evocado o estatuto das duas instalações, apontando que o seu fecho poderia ser “colocado sobre a mesa” numa reação a eventuais sanções americanas contra a Turquia.

Com efeito, a Turquia está exposta a medidas sancionatórias de Washington por ter comprado sistemas de defesa russo S-400, apesar dos avisos dos Estados Unidos.

Além desta questão, as relações entre a Turquia e os Estados Unidos, aliados da NATO, deterioram-se nos últimos meses devido à ofensiva lançada por Ancara na Síria contra uma milícia curda apoiada por Washington.

Recomendadas

Eleições no Brasil: Bolsonaro acredita que terá no mínimo 60% dos votos

Às presidenciais brasileiras concorrem onze candidatos: Jair Bolsonaro, Luiz Inácio Lula da Silva, Ciro Gomes, Simone Tebet, Luís Felipe D’Ávila, Soraya Tronicke, Eymael, Padre Kelmon, Leonardo Pericles, Sofia Manzano e Vera Lúcia.

Reino Unido: Congresso do Partido Conservador ensombrado por “tempestade” financeira 

Eleita líder dos ‘tories’ apenas no início de setembro, Truss vai enfrentar militantes e deputados irritados com a repercussão do “mini-orçamento” de 23 de setembro nos mercados financeiros, afundando o valor da libra esterlina e fazendo disparar os juros da dívida pública. 

Austrália anuncia sanções contra 28 russos após anexação

As novas sanções visam pessoas que violam a lei internacional para “legitimar as ações ilegais da Rússia na Ucrânia por meio de falsos referendos, desinformação e intimidação”, referiu o comunicado.
Comentários