ERGOSTART: Um milhão de euros para ideias inovadoras

As chamadas de propostas serão feitas três vezes por ano.

Até ao dia 2 de dezembro, a incubadora ERGOSTART tem em aberto a sua nova call for ideas, em busca de ideias inovadoras que visem o desenvolvimento de produtos cujo processo produtivo seja a injeção de polímeros, dispondo de um fundo de um milhão de euros para as desenvolver.

A incubadora pretende dar a oportunidade aos empreendedores interessados de verem a sua ideia de produto a ser materializada. Os promotores das ideias não precisam de criar uma startup, fazer qualquer investimento ou ter a capacidade técnica para desenvolver o produto, ficando tudo isso a cargo da ERGOSTART.

Os indivíduos ou grupos com mais de 18 anos, com propostas de produtos para uso doméstico, industrial ou organizacional, tendo em conta que serão produzidos por meio injeção de polímeros, poderão candidatar-se através da rede social facebook, do site, do email ou do telefone.

Após o candidato enviar a sua ideia, é efetuado um primeiro contacto telefónico e de seguida é marcada uma reunião com o CEO da incubadora. De seguida realiza-se uma avaliação da viabilidade técnica da ideia, ou seja, verificar se a mesma se adequa aos critérios da ERGOSTART.

Os empreendedores selecionados, além do acesso a capital, terão acesso a um espaço de coworking na unidade industrial, dedicada à injeção de polímeros, assim como a um programa de tutoria, com profissionais especializados. As chamadas de propostas serão feitas três vezes por ano, nas últimas quinzenas de fevereiro, junho e novembro.

A ERGOSTART nasceu em 2015 com o objetivo de impulsionar ideias inovadoras, nos meios académico e empresarial, que tenham como base a criação de produtos cujo processo produtivo seja a injeção de polímeros. Localiza-se nas instalações da empresa parceira NAUTILUS, em Castelo de Paiva, onde é realizada a injeção de polímeros e o desenvolvimento de mobiliário e de tecnologias para a educação. Licenciado em Engenharia Mecânica pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e com uma vasta experiência em gestão empresarial, o Eng.º Vítor Barbosa é o CEO da ERGOSTART e da NAUTILUS, que se dedica ao desenvolvimento de mobiliário e tecnologias para a educação.

Recomendadas
2022_12_09_HotToast-Sezane

Nahibu: “Ler” o intestino para melhorar a alimentação

A startup francesa Nahibu desenvolveu um teste doméstico de análise à microbiota com o objetivo de formular recomendações alimentares personalizadas.
2022_12_07_Prisms-HotToast

Prisms: reinvenção do ensino de matemática

A Prisms desenvolveu uma plataforma onde os alunos aprendem matemática de uma forma imersiva, utilizando uns óculos de realidade virtual.

Datalex prevê levar software para advogados a Espanha e Brasil no próximo ano

O diretor da startup portuguesa Datalex disse ao Jornal Económico que a internacionalização passará por parcerias estratégicas. A empresa de tecnologia para juristas renovou recentemente a imagem de marca para apostar noutros mercados e prevê fechar 2022 com uma subida de até 62% na faturação.
Comentários