Espaços Comerciais. Refeições significam 1/3 das visitas

Quase um terço de todos os consumidores de centros comerciais na Europa, África do Sul e Médio Oriente visitam um espaço de restauração, de acordo com o mais recente relatório sobre Food and Beverage da consultora imobiliária CBRE. Os visitantes de Espanha, Roménia, Turquia, Emirados Árabes Unidos e África do Sul identificam especificamente os centros […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Quase um terço de todos os consumidores de centros comerciais na Europa, África do Sul e Médio Oriente visitam um espaço de restauração, de acordo com o mais recente relatório sobre Food and Beverage da consultora imobiliária CBRE.

Os visitantes de Espanha, Roménia, Turquia, Emirados Árabes Unidos e África do Sul identificam especificamente os centros comerciais como locais de destino para fazer refeições.

O estudo teve por base 22 mil consumidores em 22 mercados na Europa, África do Sul e Médio Oriente, para compreender as suas perceções no que respeita o Food and Beverage nos  Centros Comerciais. Os resultados mostram que 42% dos clientes espanhóis, 52% dos turcos, 57% dos sul-africanos e 59% dos clientes dos Emirados Árabes Unidos visitam um centro comercial apenas para comer e beber. Em média 40% dos consumidores afirma que, mesmo quando o principal objetivo da visita a um centro comercial é fazer uma refeição, vai depois fazer compras.

Peter Gold, Diretor do Cross Border de Retail da CBRE EMEA refere: “Um centro comercial é mais do que a soma das suas partes: vale pela proposta de valor que apresenta aos consumidores”.

OJE

Recomendadas

PremiumVila Maior investe 140 milhões no Grande Porto

Grupo Construções Vila Maior aposta na Área Metropolitana do Porto para desenvolver os seus projetos residenciais, nomeadamente nos concelhos de Gaia, Matosinhos e Espinho, e de arrendamento industrial em Santa Maria da Feira.

Custos de construção de habitação nova aumentam 13% em termos homólogos

Os custos de construção de novas habitações em outubro aumentaram 12,5% face ao ano passado, estima o Instituto Nacional de Estatística. O valor fica 0,8 pontos percentuais abaixo dos dados de setembro. Materiais e custo da mão-de-obra representam as maiores variações.

Investimento no sector de retalho cresceu 170% em Portugal até setembro

A análise europeia da consultora Savills revela que o investimento em centros comerciais representou 27% de toda a atividade de investimento no segmento de retalho, em comparação com os 14% verificados no período homólogo do ano passado.