Espaços de trabalho são cada vez mais ‘cool’

O local de trabalho é fundamental para melhorar o desempenho e a produtividade, por isso as empresas investem para criar bons ambientes.

Os locais de trabalho são considerados a segunda casa. O número de horas passadas no espaço laboral é, na maior parte das vezes, superior àquelas que desfrutamos em casa. São vários os estudos que indicam que o ambiente de trabalho é importante, senão mesmo determinante, para um melhor desempenho e consequentemente maior produtividade. Por isso, as empresas sabem que têm de proporcionar espaços de trabalho agradáveis, capazes de motivar os seus trabalhadores.

Surgem cada vez mais iniciativas dentro dos escritórios, sobretudo para chegar mais perto dos interesses dos trabalhadores. Um exemplo disso é a recente iniciativa da CBRE, consultora multinacional na área do imobiliário, que lançou o Office´Play, com o objetivo de promover a felicidade nos seus edifícios e inspirar quem neles trabalha.

O Office´Play pretende criar momentos e espaços de partilha de boas práticas, boas emoções e experiências memoráveis. A celebração do verão com a oferta de bolas de berlim, a decoração dos edifícios com sardinhas e manjericos durante os Santos Populares e a realização de um magusto no dia de S. Martinho são alguns exemplos de ações que se têm realizado nos edifícios sob gestão da CBRE.

“Grande parte dos nossos dias são passados no escritório e com colegas de trabalho, portanto, por que não retirar o “Ice” ao “Office”? E assim surge o “Office´Play”- uma marca que promove, anima e dá mais alegria ao dia a dia dos edifícios geridos pela CBRE”, explica Luís Teodoro, diretor do departamento de Assets Services da CBRE.

De acordo com um estudo realizado pela CBRE, cerca de 2/3 dos trabalhadores encontram-se satisfeitos ou muito satisfeitos com a dinâmica gerada através desta iniciativa e 70% tem conhecimento das ações realizadas neste âmbito. Este estudo revelou ainda que, para cerca de 50% dos trabalhadores das empresas que ocupam estes edifícios, a existência do Office´Play nos espaços onde trabalham contribui positivamente para a sua motivação laboral.

As ações são comunicadas sob a assinatura “Office´Play – Smart Offices Powered by CBRE”, lembrando que a consultora gere atualmente mais de 800.000 m2 de ativos para clientes nacionais e internacionais. A Torre Oriente, ou o Central Office, no Parque das Nações, são alguns exemplos dos edifícios de escritórios geridos. Esta ação é um exemplo de como as empresas estão conscientes da necessidade de um bom ambiente de trabalho.

Second Home instala-se no Mercado da Ribeira

Mesmo quando não se está integrado numa grande empresa, a necessidade de procurar um ambiente de trabalho agradável e ‘cool’, como dizem muitos profissionais, encontra-se geralmente em espaços novos. Neste momento, a novidade na capital portuguesa dá pelo nome de Second Home, um espaço de trabalho criativo e cultural nascido em Londres que chegou a Lisboa para se instalar no Mercado da Ribeira.

Nesta aceleradora criativa reúnem-se várias indústrias, fomentando assim a criação de uma comunidade diversificada, criativa e ambiciosa. Conta já com a presença de diversos profissionais e empresas de várias indústrias, entre as quais a Parfois, marca de acessórios de moda, a Latitid, marca portuguesa de biquínis e fatos de banho, a Faber Ventures, a mais dinâmica ‘venture capital’ portuguesa e um dos investidores de algumas das startups portuguesas de maior sucesso, a Home Lovers, uma imobiliária nascida no Facebook, o empresário Miguel Stanley, a Levoo, aplicação para encomenda e entrega de comida já disponível em várias cadeias conhecidas em Portugal, a Monday, agência de marketing digital, e até uma escola de surf, a EPIC Surf School.

A missão da Second Home é desbloquear o potencial criativo dos seus membros e ajudar as empresas a crescer rapidamente. Uma das formas de o fazer é através do seu programa de eventos e ‘talks’ inspiradoras. Vai ainda disponibilizar regularmente sessões de filmes, música e arte com parceiros locais – bem como as aulas de educação exclusivas Be Better, disponíveis para todos os membros e lecionadas por profissionais experientes  –, e tem planos para lançar um programa corporativo inovador em 2017. Em Londres já acolhe equipas de algumas das maiores empresas do mundo – incluindo a Ernst & Young, Cushman and Wakefield, Wieden & Kennedy e a Taylor Wessing – ajudando-as a inovar e a estar um passo à frente.

Recomendadas

Valor da renda média desceu 15,4% em setembro. Primeira quebra desde janeiro

Valor baixou dos 1.412 euros para os 1.194 euros. No entanto, e face ao mesmo mês de 2021, o valor das rendas apresentou um aumento de 18,7%.

Portugueses compraram mais de metade dos apartamentos de projeto no Parque das Nações

Com um investimento de 30 milhões de euros, o ‘O’Living’ conta com 86 apartamentos, sendo que 44 já foram vendidos na sua maioria a famílias portuguesas.

Gestora de propriedades britânica investe 25 milhões na reabilitação do Lagoas Park

Henderson Park Capital tinha adquirido o edifício em 2020 e pretende modernizar durante os próximos quatro anos um espaço que alberga perto de 90 empresas.
Comentários