Espanha aprova vacinação para crianças entre os cinco e onze anos (com áudio)

A campanha de vacinação para crianças de 5 a 11 anos começará na Espanha a partir de 15 de dezembro.

A Espanha aprovou a vacinação para crianças entre os 5 e os 11 anos, esta terça-feira, 7 de dezembro, segundo o “El País”.

A campanha de vacinação para crianças de cinco a onze anos começará na Espanha a partir de 15 de dezembro. A Comissão de Saúde Pública aprovou a inoculação em menores de 12 anos após a vacina Pfizer para estas faixas etárias ter sido validada pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA) e ter recebido aval do grupo de técnicos que assessora a saúde espanhola autoridades.

A campanha começará com a chegada das primeiras doses, prevista para 13 de dezembro, e a partir daí serão distribuídas entre as comunidades, que poderão iniciar o processo no dia 15.

O governo espanhol espera receber 3,2 milhões de vacinas entre dezembro e janeiro, o suficiente para inocular a primeira dose em praticamente todas as crianças entre 5 e 11 anos (3,3 milhões). A segunda dose será administrada oito semanas depois.

A faixa etária abaixo dos 12 anos foi a única em que a campanha de vacinação ainda não tinha começado e também é a que apresenta maior incidência de casos, com 412 diagnósticos por 100 mil habitantes.

Enquanto os vizinhos espanhóis já decidiram avançar com a vacinação em crianças entre os cinco e onze anos, em Portugal aguarda-se pelo parecer da Direção-Geral de Saúde, com exceção para a Madeira que escolheu avançar sem o aval da DGS.

Relacionadas

Chega vai apelar ao Governo para não dar vacina da Covid-19 às crianças

Partido defende que não se avance com a vacinação a partir dos cinco anos mesmo que seja essa a posição da Direção-Geral da Saúde. E condena declarações a favor da vacinação obrigatória proferidas por Ursula von der Leyen.

Vacinas para crianças chegam a Portugal em 13 de dezembro (com áudio)

As primeiras 300 mil vacinas anticovid-19 para crianças dos 5 aos 11 anos, do consórcio farmacêutico BioNTech/Pfizer, chegam a Portugal em 13 de dezembro, anunciou esta segunda-feira o secretário de Estado Adjunto e da Saúde.

Madeira prevê começar a vacinar crianças contra a Covid-19 no próximo dia 14

Este processo de vacinação vai abranger “14.715 crianças entre os cinco e os onze anos”, referiu Pedro Ramos.
Recomendadas

Irão: Guarda Revolucionária ataca grupos curdos no Iraque

A poderosa Guarda Revolucionária do Irão desencadeou hoje uma onda de ataques com ‘drones’ e artilharia no norte do Iraque, visando o que Teerão diz serem bases de separatistas curdos iranianos, indicou agência noticiosa semioficial Tasnim.

António Guterres pede fim da “era da chantagem nuclear” e apela a “recuo”

O secretário-geral da ONU, António Guterres, apelou hoje ao fim da “era da chantagem nuclear”, afirmando que o uso de armas nucleares levaria a um “armageddon humanitário”, tornando necessário um “recuo” face às atuais tensões.

Ucrânia. Reino Unido sanciona organizadores de “referendos fraudulentos”

O Reino Unido anunciou hoje sanções contra 33 indivíduos ligados a “referendos fraudulentos” sobre a integração na Rússia de regiões da Ucrânia sob ocupação russa.
Comentários