Espanha. Crescimento da Catalunha será dos mais baixos em 2016

Estudos recentes estimam que a Catalunha e Astúrias serão as regiões espanholas que menos vão crescer no próximo ano. Ao contrário, Baleares, La Rioja e Madrid serão as que mais vão crescer.


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

A Catalunha, que representa praticamente uma quinta parte do PIB espanhol, continua atrás na recuperação. O território vai crescer 2,4% em 2016, superando Astúrias, que terão um incremento de 2,1%. Estas são conclusões que se podem retirar de uma análise pormenorizada das previsões económicas do serviço de estudos do BBVA.

Depois de uma revisão recente das perspetivas de evolução da economia espanhola, o BBVA Research calcula que o PIB do país vizinho irá crescer 3,2% em 2015 mas que este incremento seja reduzido para 2,7% no próximo ano, devido à desaceleração económica.

No terceiro trimestre de 2015, a Catalunha registou uma importante recaída na atividade económica. Assim, o indicador de consumo a nível regional avançou no segundo trimestre do ano cerca de 0,8%, mas este índice reduziu-se aproximadamente 0,3% entre junho e setembro passados.

OJE

Recomendadas

Wall Street encerra semana apenas com Dow Jones a negociar em terreno positivo

Ao final do dia em Wall Street, o Dow Jones soma 0,10% para 34.429,88 pontos, o S&P 500 perde 0,13% para 4.071,45 pontos e o tecnológico Nasdaq desvaloriza 0,18% para 11.461,50 pontos. 

Euro regista ligeira valorização e segue acima de 1,05 dólares

Lisboa, 02 dez 2022 (Lusa) – O euro subiu hoje ligeiramente e mantinha-se a negociar acima de 1,05 dólares, após a divulgação de números melhores do que o previsto sobre a criação de emprego nos Estados Unidos.

Bolsa de Lisboa encerra sessão a perder mais de 1%

Entre as cotadas que mais perdem está a Semapa a recuar 7,67%para 13,72 euros, seguida da Altri a perder 4,44%