Espanha pede seis mil milhões de euros à União Europeia

Esta a terceira verba requerida pelo governo espanhol como parte do seu Mecanismo de Recuperação e Resiliência. A Comissão Europeia tem agora dois meses para analisar a documentação apresentada pelo executivo de Pedro Sanchez e efetuar a transferência.

Pedro Sanchéz, líder do PSOE e primeiro-ministro de Espanha

O governo espanhol solicitou à União Europeia (UE) o desembolso de seis mil milhões de euros inseridos no seu Plano de Recuperação, Transformação e Resiliência (PRTR), informa o jornal “El Economista” este sábado, 12 de novembro.

O pedido foi enviado formalmente na sexta-feira pela secretaria-geral dos Fundos Europeus do Ministério das Finanças e da Administração Pública, tornando-se a Espanha o primeiro Estado-membro da UE a fazer o terceiro pedido de desembolso.

A Comissão Europeia (CE) tem agora dois meses para analisar a documentação apresentada pelo executivo de Pedro Sanchez e efetuar a transferência.

A aprovação da CE ao pacote de medidas espanhol juntará a estes seis mil milhões de euros mais 1.036 milhões já obtidos, dos quais 9.036 milhões foram recebidos a título de pré-financiamento e 22 mil milhões correspondentes ao primeiro e segundo desembolso.

Caso seja aprovado, a Espanha já terá cumprido 121 objetivos de um total de 416, o que equivale a quase 30% do número total de objetivos definidos pelo governo.

Este pedido de pagamento implica o adiantamento de projetos de I&D no sector automóvel, o financiamento de projetos de promoção da sustentabilidade e competitividade da agricultura e pecuária, o reforço do combate aos incêndios florestais ou ações para melhorar a taxa de acesso ao mínimo renda vital, entre outros marcos e objetivos.

Recomendadas

Portugal e Espanha terão de continuar a ter “exceção ibérica” no preço do gás

O primeiro-ministro disse que tem de continuar a haver uma “exceção ibérica” para os preços do gás mesmo que seja criado um novo mecanismo europeu, porque Portugal e Espanha continuam a ser “uma ilha” energética.

Costa contraria ideia de empobrecimento e afirma que Portugal está a crescer mais do que Alemanha, França e Espanha

Dados de Costa surgem dias depois das previsões de Outono da Comissão Europeia, cujas mais recentes previsões indicam que em 2024 a Roménia ultrapassará Portugal no ranking de desenvolvimento económico da UE.

PremiumOCDE deixa quatro recados a Portugal, do PRR ao orçamento

A OCDE está menos otimista do que estava no verão quanto à evolução da economia portuguesa no próximo ano, tendo revisto em baixa a previsão de crescimento do PIB. Aproveitou também para alertar para a importância do PRR e da consolidação orçamental.
Comentários